MMA

UFC

Preocupado com nova quarentena nos EUA, Dana pensa em manter UFC na Ilha da Luta

Dirigente admite prolongar estadia em Abu Dhabi para eventos

postado em 15/07/2020 10:02

(Foto: UFC/Divulgação)
O retrocesso de alguns estados norte-americanos, entre eles Nevada, na reabertura das atividades por causa da pandemia do novo coronavírus pode resultar na permanência do UFC na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. Preocupado com nova proibição de eventos esportivos em Las Vegas e outras cidades dos EUA, o presidente da companhia, Dana White, admite prolongar a estadia na Ilha de Yas para mais edições depois do mês de julho.

O projeto da Ilha da Luta do UFC consiste em quatro eventos consecutivos no tradicional ponto turístico de Abu Dhabi. Estão programados edições nos dias 18 (sábado) e 25, quando será o encerramento das atividades neste mês. Entretanto, a pandemia do novo coronavírus pode prorrogar a permanência do octógono nos Emirados Árabes Unidos.

“Sim, estou preocupado. Meu ‘plano B’ seria a Ilha da Luta, então talvez eu more aqui. Tudo é possível. Se Nevada fechar e não pudermos lutar lá, vou passar muito tempo aqui. Provamos que podemos fazer em Nevada e em qualquer  de forma segura. Mas estou pensando no que fazer caso Nevada seja fechada”, declarou o dirigente em conversa com jornalistas em Abu Dhabi.

O UFC paralisou as atividades em meados de março, depois do UFC em Brasília, e só voltou em maio, com três eventos consecutivos em Jacksonville, na Flórida (EUA), amparado por um rígido protocolo de segurança e sem a presença de público. Em junho, com a reabertura de Las Vegas para atividades da área econômica e de entretenimento, a organização utilizou a estrutura da nova sede, o Instituto de Performance (UFC Apex), também com portões fechados.

(Foto: UFC/Divulgação)


Em parceria com autoridades de turismo de Abu Dhabi, o UFC montou a estrutura da Ilha da Luta, o que facilitaria a presença de atletas de outros países que não poderiam viajar aos EUA por causa da restrição de embarque na pandemia. Além de fretar voos saindo de São Paulo, Londres, Las Vegas e Rússia, a organização isolou os atletas na Ilha de Yas e preparou protocolo de segurança com mais de 3 mil testes a serem aplicados antes, durante e depois dos eventos até o fim de julho.

Com o novo fechamento de estados americanos por causa da COVID-19, o mandatário disse aos jornalistas que poderá ‘morar’ na Ilha da Luta até o fim de 2020, caso necessário para fazer mais eventos no local. Ele ressaltou justamente a segurança reforçada pelo protocolo de segurança em uma área isolada. “Nós sabíamos o que deveríamos fazer quando viemos. Todos que estão em contato aqui foram testados múltiplas vezes. Realmente, Abu Dhabi é o lugar mais seguro do mundo”, frisou Dana. 

Tags: EUA pandemia Abu Dhabi octógono Dana White UFC covid-19 novo coronavírus Ilha da Luta Yas