MMA

UFC

Após vitória e bônus no UFC, 'Sergipano' mineiro mira luta contra russo

André Muniz busca embalo e quer voltar ao octógono ainda em 2020

postado em 08/09/2020 19:52

(Foto: UFC/Reprodução)

A vitória convincente sobre o polonês Bartosz Fabinski no UFC Fight Night de sábado passado, em Las Vegas, encheu o mineiro André Muniz de confiança para a sequência na organização. Com o segundo triunfo consecutivo, o 'Sergipano', como é conhecido, saiu do evento com o bolso mais cheio, já que ganhou bônus de US$ 50 mil (R$ 268 mil) pela 'performance da noite', e já pensa em um retorno ao octógono ainda em 2020.

André Muniz, que vinha de triunfo sobre Antonio Arroyo na estreia, em novembro do ano passado, em São Paulo, por pontos, dessa vez mostrou a técnica no jiu-jítsu, sua especialidade, para finalizar o polonês em apenas 2min42 de luta em Las Vegs. O mineiro de Montes Claros encaixou a chave de braço e o adversário sinalizou a desistência. 

Depois do bom retorno a Las Vegas, onde ele ganhou contrato com o UFC ao ganhar duas eliminatórias do reality show Contender Series, o atleta da Tatá Fight Team Montes Claros já pensa na próxima luta e até sugeriu adversário. O objetivo é entrar no top 15 do ranking peso médio (84kg).



"Espero o UFC me dar a oportunidade de lutar em novembro ou dezembro. Quem sabe contra o atleta que perdeu para o Chris Weidman na última luta (o russo Omari Akhmedov), que era o top 13 da categoria. Fica aí o convite. Se ele aceitar a luta, nós vamos sair na porrada", previu o mineiro de 30 anos, que tem cartel de 20 vitórias e quatro derrotas no MMA.

Apesar da vitória por finalização, a 13ª da carreira, Sergipano disse que o foco está em nocautear o próximo adversário. Até para mostrar que sabe lutar na trocação. "Eu quero emplacar uma sequência de nocautes no UFC. Venho falando isso nas entrevistas e só falta um detalhe. Venho treinando duro, é só uma questão de luta e encaixe. Mas eu vou nocautear, pode ter certeza", reforçou, em declaração ao site Ag Fight.

Volta a Las Vegas


O mineiro disse que o retorno a Las Vegas era algo muito esperado, já que a pandemia do novo coronavírus adiou os planos de visitar novamente na 'capital mundial das lutas'. Mais um motivo para festejar a grande vitória sobre o polonês. "Foi a terceira vitória aqui em Las Vegas. E essa vitória me coloca com um pé no top 15. Vamos esperar a oportunidade de lutar com alguém para chegarmos ao top 15 e faze barulho na categoria", enfatizou.


Tags: ranking finalização bônus ufc las vegas sergipano chave de braço andré muniz bartosz fabinski