UAI


UFC marca trilogia Deiveson x Moreno, mas Dana pensou em outro brasileiro

Alexandre Pantoja seria primeira opção, mas não está apto a lutar

22/09/2021 20:04
compartilhe
Deiveson Figueiredo tentará recuperar o cinturão na trilogia diante de Brandon Moreno
foto: AFP

Deiveson Figueiredo tentará recuperar o cinturão na trilogia diante de Brandon Moreno


A trilogia entre Brandon Moreno e Deiveson Figueiredo será uma das disputas de cinturão confirmadas pelo UFC até o fim desta temporada. O duelo entre o mexicano, campeão peso-mosca, e o paraense, também conhecido como Deus da Guerra e que tentará reaver o título, será no UFC 269, em 11 de dezembro. Nos dois confrontos anteriores, houve empate por decisão majoritária dos árbitros e um triunfo do lutador nascido em Tijuana, no México, por finalização. 

Entretanto, o UFC não pretendia marcar a trilogia. O presidente da organização, Dana White, admitiu que a ideia era escalar o brasileiro Alexandre Pantoja para enfrentar o mexicano campeão. O canibal, como é conhecido o lutador oriundo do Rio de Janeiro, é o número três no ranking dos moscas e se credenciou a disputar o titulo ao bater Brandon Royval, por finalização com mata-leão, em agosto passado.

Em coletiva, Dana White disse que Pantoja não estaria disponível para lutar em dezembro - o motivo seria lesão no joelho. Com isso, o dirigente optou pela trilogia entre Moreno e Deiveson. "Nós faríamos a luta com Pantoja, mas não sei se ele se machucou... Não sei, alguma coisa aconteceu. Não consigo me lembrar o que aconteceu. Então, quando ele saiu da luta, nós fomos com a terceira (Deiveson x Moreno). Era a única coisa que fazia sentido. E ambos queriam isso. Moreno queria, Figueiredo queria", justificou.

Deiveson Figueiredo, 33 anos, conquistou o cinturão dos moscas diante de Joseph Benavidez, em julho de 2020. O paraense defendeu o título contra Alex Perez, em novembro de 2020, mas perdeu o posto de campeão no revés diante de Brandon Moreno, no segundo combate entre os dois, em junho passado. O mexicano, por sua vez, terá a primeira defesa na trilogia com o Deus da Guerra. 



UFC 269


A trilogia entre Moreno e Deiveson será um dos aperitivos do estrelado card do UFC 269, um dos principais eventos de fim de ano. Serão três disputas de cinturão, todas com participação de brasileiros. Além do paraense, estarão em ação Charles do Bronx, que terá pela frente Dustin Poirier, valendo o título dos leves, e Amanda Nunes, que enfrentará a desafiante Julianna Peña, no peso-galo. 

 O primeiro encontro entre eles foi em dezembro de 2020, no UFC 256, em Las Vegas, quando a luta terminou num empate majoritário. Na ocasião, o brasileiro foi punido com perda de ponto por um chute ilegal. Eles voltariam a lutar no UFC 263, em junho deste ano, quando Deiveson deu a revanche ao rival. Moreno dominou a luta e finalizou Deiveson no terceiro round.


Compartilhe