Seleção

FUTEBOL

Após queixas de cronistas e da FPF, CBF reitera medidas em jogos contra a Covid-19

Entidade alega que clubes e federações participaram do debate para a construção do protocolo, e reforça uso de máscaras e veto a elevadores

postado em 10/08/2020 18:16 / atualizado em 10/08/2020 18:35

(Foto: Leandro Lopes/CBF)
As queixas realizadas por cronistas esportivos e Federação Pernambucana de Futebol (FPF), referentes a ações para o cumprimento do protocolo de segurança contra a Covid-19 na partida entre Sport e Ceará, foram rebatidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em nota ao Diario, a CBF aponta que clubes e federações participaram dos debates, e foram devidamente informados sobre as medidas tomadas como necessárias para evitar a disseminação do coronavírus que provoca a pandemia que vitimou mais de 100 mil pessoas no Brasil.

Sobre as reclamações acerca de vigilância quanto ao uso das máscaras e o veto para a utilização dos elevadores em dias de jogos, a CBF aponta como fundamentais e destaca a cobrança mais contundente para o cumprimento das medidas.

Confira a nota na íntegra

A CBF vem estudando há mais de cinco meses os dados e medidas de segurança da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e secretarias estaduais de Saúde. As informações foram debatidas, checadas e divulgadas junto a todos os clubes e federações envolvidos nas competições organizadas pela Confederação. Esse trabalho deu origem ao protocolo especial para o retorno do futebol durante a pandemia de coronavírus, que, neste momento, já vitimou mais de 100 mil pessoas no Brasil. Os supervisores de imprensa têm atuado na orientação e fiscalização de alguns pontos. O uso obrigatório de máscara e a não aglomeração de pessoas em ambientes como elevador são atitudes fundamentais na luta contra a Covid-19. A insistência de alguns profissionais de imprensa no desrespeito a essas medidas gera uma cobrança mais contundente e necessária neste contexto. Cada detalhe é revelante para a manutenção da saúde e a preservação das vidas.