CRUZEIRO

Versatilidade faz Machado ganhar pontos com Enderson Moreira no Cruzeiro

Volante de origem, jogador de 24 anos atuou na lateral direita contra o Patrocinense

postado em 01/08/2020 20:36 / atualizado em 01/08/2020 21:06

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

O volante Filipe Machado, de 24 anos, chegou ao Cruzeiro em janeiro com uma das compensações pelo empréstimo do lateral-direito Orejuela ao Grêmio. E é jogando justamente na lateral que o jogador ganhou pontos com Enderson Moreira.

Na vitória por 3 a 0 sobre o Patrocinense, neste sábado, Enderson optou por uma equipe mista, haja vista que a prioridade é a estreia da Raposa na Série B do Campeonato Brasileiro. Assim, escalou o volante Machado para atuar na lateral direita. O improviso se fez necessário pois, após a rescisão de Edilson com o Cruzeiro, o clube celeste conta apenas com o recém-contratado Raúl Cáceres para a posição.

Segundo Enderson, outros atletas treinaram a função, mas foi Machado quem ganhou a vaga entre os titulares na semifinal do Troféu Inconfidência. E ele fez valer a aposta do treinador: contribuiu na defesa com desarmes, foi importante na transição e finalizou várias vezes a gol. O bom desempenho satisfez Enderson.

“Como a gente só estava com um lateral, o Cáceres, a gente fez vários treinos, não só com Machado, mas com Adriano, Pedro Bicalho, o Jean também treinou muito durante essa preparação para poder fazer essa função, e todos eles tiveram um desempenho muito favorável. Eu gostei muito do jogo do Machado hoje, acho que ele foi muito importante não só na bola parada, mas nas viradas, nas inversões de jogo, no jogo por dentro, nas finalizações. Ele teve pelo menos duas ótimas finalizações. Ele fez um jogo de ótimo nível”, explicou o técnico.
 

Machado também ficou contente com a boa atuação e o resultado positivo diante do Patrocinense. Ele destacou o bom desempenho da equipe mista do Cruzeiro.

“Importante a vitória. O Enderson está sempre frisando isso, que, independentemente do jogo, independentemente do time, se é titular ou é o reserva, a gente entra em campo para defender a camisa do Cruzeiro. Hoje não foi diferente. A gente entrou empenhado, a gente fez o que o Enderson pediu, a gente teve a posse de bola, a gente conseguiu finalizar no gol, tivemos várias chances para ampliar mais o placar”, disse o volante.
 

Mesmo com a classificação, Enderson Moreira não garantiu a manutenção da equipe para a decisão do Troféu Inconfidência, na quarta-feira, dia 5, às 19h, no Mineirão. O treinador da Raposa indicou que deverá preservar alguns atletas para a estreia na Série B, no sábado, às 19h, diante do Botafogo-SP, em BH.

 

Tags: serieb cruzeiroec interiormg futnacional mineiro2020