MORTE DE MARADONA

Tumulto faz polícia encerrar velório de Maradona na Casa Rosada, na Argentina

Interrupção da fila gerou confusão e confronto com a polícia

postado em 26/11/2020 16:30 / atualizado em 26/11/2020 18:24

(Foto: AFP)
Um tumulto ocorrido por volta das 15h30 desta quinta-feira fez a polícia encerrar o velório do ídolo Diego Armando Maradona na Casa Rosada, sede do governo argentino, em Buenos Aires. A confusão se deu quando os militares interromperam a fila que dava acesso ao edifício. Pessoas que aguardavam se revoltaram e começaram a forçar as barreiras montadas.

A visitação estava inicialmente marcada para ser encerrada às 16h, mas já havia sido estendida até as 19h.

Diante do tumulto, um carro realizou o traslado do caixão de Maradona até o cemitério Jardín Bella Vista, em Bella Vista, na Província de Buenos Aires, local do sepultamento (vídeo abaixo).



Invasão do Patio das Palmeras, uma das alas da Casa Rosada:



Torcedora faz apelo a policial para evitar a violência:






Não conseguiu assistir aos vídeos e ver as galerias? Clique aqui


A família de Maradona precisou ser retirada da Casa Rosada com urgência quando torcedores invadiram uma ala interna chamada Patio das Palmeras. Torcedores usaram a fonte do local para se refrescar e começaram a cantar músicas em homenagem ao ídolo. 

Apesar dos tumultos registrados na parte final do velório e também na abertura das visitações, o dia foi de muita emoção e homenagens a Maradona. Até mesmo torcedores dos rivais Boca Juniors e River Plate se consolaram pela morte do astro argentino.

Personalidades, jogadores e treinadores de futebol também deram o último adeus a Maradona na Casa Rosada. O presidente Alberto Fernández colocou sobre o caixão uma camisa do Argentinos Juniors, clube que formou o craque, nos anos 1970. Bandeiras da Argentina e camisas do Boca Juniors e do Napoli também cobriram a urna.






Tags: maradona morte enterro velório