ATLÉTICO

Atlético é condenado a pagar R$ 400 mil ao lateral-direito Carlos César

Jogador fez algumas cobranças ao Galo na Justiça; clube recorreu

postado em 29/06/2020 16:05

(Foto: EM/D.A Press)

O Atlético foi condenado a pagar R$ 400 mil ao lateral-direito Carlos César. O jogador acionou o clube alvinegro na Justiça do Trabalho. A sentença foi dada pela juíza Sandra Leidecker, da 32ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, no dia 15 de junho. O Galo recorreu da decisão. A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia.

O Atlético terá de pagar férias simples relativas a 2015/2016, 2016/2017, 2017/2018; três dias de saldo de salários; diferenças de gratificações natalinas e férias com o terço, decorrentes da integração das premiações apontadas pelo autor, identificadas nas fichas financeiras como “bicho”, “premiação" e “gratificação”, relativas aos anos 2015, 2016 e 2017, limitadas a 10/11/2017, conforme se apurar em liquidação, a ser realizada com base nos contracheques e fichas financeiras constantes dos autos; e valores devidos a título de FGTS.

A trajetória de Carlos César no Atlético durou quase oito anos. Ele chegou à Cidade do Galo em setembro de 2011, após se destacar pelo Boa Esporte. Foram cinco títulos conquistados: quatro do Campeonato Mineiro (2012, 2013, 2015 e 2017) e um da Copa Libertadores (2013). O lateral-direito disputou 101 jogos, marcou cinco gols e deu sete assistências.

Tags: galo atlético interiormg carlos césar