SANTA CRUZ

Daniel Costa se coloca à disposição para atuar em outras funções e cita características

Jogador disse poder jogar de segundo volante ou aberto, e não só como '10'

postado em 13/06/2019 09:00 / atualizado em 13/06/2019 09:28

<i>(Foto: Jota Santana/ Santa Cruz )</i>
Mais recente reforço anunciado pelo Santa Cruz, o meia Daniel Costa chegou para dar mais uma opção para o setor de criação da equipe. A posição é uma das mais buscadas pelo clube desde o início do ano. Entretanto, o técnico Milton Mendes enxerga o jogador também atuando mais atrás, como segundo volante. Questionado sobre outras funções que pode desempenhar, o jogador se mostrou à disposição para atuar em outras posições.

"De origem eu sou um meia-armador, meio campista. Mas estou à disposição do treinador para atuar onde ele achar que eu devo jogar, como aconteceu no jogo (contra o Confiança), onde ele me colocou de meia e no decorrer me colocou também para o lado”, disse.

A partida do último domingo, aliás, marcou a estreia de Daniel com a camisa Tricolor. Na ocasião, entrou na etapa complementar do jogo diante do Dragão e atuou cerca de meia hora. Apesar da versatilidade, Daniel afirmou que, independentemente de onde atuar, não fugirá das suas características.

“Acho que não tenho que fugir das minha características, tentar sempre dar qualidade ao time, arredondar a bola o mais rápido possível. Dar um bom passe para o companheiro fazer um cruzamento ou uma finalização. Então independente de onde colocar essa vai ser a minha característica, tentar dar qualidade ao jogo”, explicou. 

Para o setor, a Cobra Coral conta também com Patrick Vieira, Allan Dias, Everton e Celsinho - mas este está lesionado. Ainda que tenham sido contratados para desempenhar função, o técnico Milton Mendes não enxerga os outros três atletas desta forma. Patrick e Everton são vistos como jogadores que atuam pelo lado, e Allan tem sido utilizado como segundo volante.

“Recuperar a posse o mais rápido possível após a perda da bola também é uma das minhas características. E quanto ter a bola, tentar ajudar a equipe, dar uma boa qualidade dentro de campo", concluiu o meia.