SANTA CRUZ

Executivo coral confirma que atacante Vinícius deve trocar o Santa pelo futebol da Grécia

Segundo Nei Pandolfo, cláusula do pré-contrato assinado com o Tricolor possuía cláusula liberatória para o futebol do exterior

postado em 14/01/2020 15:18 / atualizado em 14/01/2020 15:21

(Foto: Criciúma/Divulgação)
Anunciado oficialmente pela diretoria do Santa Cruz na última sexta-feira, o atacante Vinícius não deve sequer se apresentar ao clube pernambucano. Procurado pelo Superesportes, o executivo de futebol coral Nei Pandolfo confirmou que foi procurador pelo agente do atleta que informou que o jogador recebeu uma proposta do futebol grego e com isso não vai mais defender o Tricolor em 2020.

Segundo Pandolfo, o atacante havia assinado apenas um pré-contrato com o Santa Cruz, onde constava uma cláusula de liberação em caso de recebimento de uma proposta do exterior. Vinícius já havia sido uma opção ao atacante Reis, que também negociou com os tricolores, mas que acabou optando por acertar com o Confiança-SE, que irá disputar a Série B. Ambos os atacantes disputaram a última temporada pelo Criciúma.

“O empresário do atleta entrou em contato conosco ontem (segunda-feira) informando que ele recebeu uma proposta oficial e eu pedi que ele fizesse um comunicado oficial ao clube sobre isso e estamos aguardando. Ele tem interesse de aceitar essa proposta”, informou Pandolfo.

“Nós tínhamos fechado a negociação com um pré-contrato, mas com cláusula de saída para o exterior, sem retorno de investimento. Claro que qualquer negociação para o exterior demanda um tempo e pode não se concretizar. Por isso aguardamos um posicionamento em definitivo”, completou o executivo coral.

De toda forma, Nei Pandolfo garantiu que o Santa Cruz já está trabalhando na reposição de um jogador para o ataque. Vale lembrar que Vinícius é o quarto jogador oficialmente contratado pelo Tricolor para a nova temporada que não vai permanecer no clube em 2020.

O volante Júlio Romão, o meia Diogo, e o atacante Pedro Maycon estão treinando em separado e serão emprestados. Já o goleiro Carlos Miguel deve ser devolvido ao Internacional. Todos esses sequer foram relacionados para o amistoso da última segunda-feira, contra o Campinense.
(Foto: Santa Cruz/Divulgação)