SPORT

Precisando vencer para ser líder, Central e Sport duelam pela última rodada do PE2019

Ezequiel e todo o time que venceu o Salgueiro na rodada passada devem ser mantidos pelo técnico Guto Ferreira

postado em 15/03/2019 20:50 / atualizado em 15/03/2019 21:05

<i>(Foto: Paulo Paiva/DP e Rafael Melo/MYPHOTOPRESS)</i>
A última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano já chegou e o líder da tabela está prestes a ser definido. Sport e Central, dois dos quatro times do G4 que disputam diretamente a liderança, se enfrentam neste domingo. Embora ambos já estejam classificados para o mata-mata, o imperativo do jogo não pode ser outro, senão entrar em campo para vencer, afinal, terminar a primeira fase no topo da tabela garante à equipe o direito de disputar as quartas de final e semifinal em casa , assim como o segundo jogo da fina, caso vá avançando de fase. A bola rola às 16h, no estádio do Lacerdão, em Caruaru. 

No momento, o Sport ocupa o primeiro lugar da classificação, enquanto que o Central é o último do G4. Entretanto, os times estão separados por apenas dois pontos de diferença, o que reflete a intensa competitividade matemática da competição. O clube rubro-negro só depende, praticamente, de si mesmo para manter a posição: precisa ganhar da Patativa. A única ameaça é o time do Náutico, que, caso ganhe do Santa Cruz por 4 x 0 no Clássico também neste domingo, assume o topo.
Moralmente falando, a equipe rubro-negra chega mais confiante para o confronto. 

Na última partida que fez, contra o Salgueiro, goleou o Carcará na Ilha do Retiro pelo placar largo de 4 x 0. Já o Central vem abatido de uma derrota contra o Santa Cruz, aumentando ainda mais a sua responsabilidade de sair com a vitória para não terminar a primeira fase com lembranças ruins.
Confiança, porém, é diferente de favoritismo. Dos últimos dois anos para cá, a Patativa vem mostrando um crescimento gradativo no cenário local e sendo o maior time a ameaçar o trio de ferro.

No ano passado, inclusive, foi vice-campeão estadual e se mostrou um grande adversário para todos os grupos que o enfrentaram. Dentro de casa, então, a força centralina é ainda maior. No Lacerdão, foi apenas uma derrota este ano, envolvendo disputas da Copa do Brasil e do Pernambucano. O Sport está ciente das dificuldades que vai enfrentar, mas garante sua força. Norberto, em coletiva, destacou: “Estamos cientes de que o Central vem forte para o jogo. Eu cheguei agora, mas já ouvi falar da força deles historicamente. Porém, o Sport será o rival. Entraremos para conquistar os três pontos”.

O time

Após elogiar a postura do time na goleada por 4 a 0 sobre o Salgueiro, na última quarta-feira, o técnico Guto Ferreira deve repetir a mesma formação para o jogo deste domingo, contra o Central, no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano. No treino desta sexta-feira, uma movimentação curta com menos de uma hora, o treinador mandou a campo os mesmos jogadores que foram titulares diante do Carcará.

Nesse caso, com: Mailson, Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Ronaldo, Charles e Guilherme; Ezequiel, Luan e Hernane. O Brocador, por sinal, ainda fez treinos isolados de finalização, com a cabeça e os pés. Caso opte por alguma mudança, o treinador pode poupar os atletas que estão pendurados com o segundo cartão amarelo. No caso, o lateral esquerdo Sander e o volante Charles. Caso recebam a terceira advertência, os jogadores ficarão de fora das quartas de final. As opções de susbtitutos seriam Guilherme Lazaroni e Kaio, respectivamente. Vale lembrar, porém, que os cartões zeram na próxima fase. 

Central 

Jeferson; Dudu Gago (Leanderson), Yuri, Bruno Oliveira e Daniel Nazaré; Eduardo Erê, Fernando Pires, Paulinho Mossoró (Bruno Cantanhede), Murilo Rangel; Giovani Rosa e Leandro Costa (Marlon). Técnico: Estevam Soares.

Sport

Mailson, Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Ronaldo, Charles (Leandrinho) e Guilherme; Ezequiel, Hernane (Elton) e Luan (Juninho). Técnico: Guto Ferreira.

Local: Estádio do Lacerdão, em Caruaru
Horário: 16h
Árbitro: Diego Fernando.
Assistentes: Clóvis Amaral e John Andson