SPORT

Com outro empate, Guto menciona erros de arbitragem, mas admite má atuação do Sport

Apesar dos equívocos do juiz, o time rubro-negro conseguiu dribá-los, teve chances claras de vencer o jogo, mas não conseguiu manter o placar

postado em 15/07/2019 23:28

<i>(Foto: Anderson Stevens/Sport)</i>
“A história se repete”. Essa frase tem sentido dobrado para o Sport depois da noite desta segunda-feira. Na última partida do Leão, contra o São Bento, a arbitragem cometeu erros graves, o Leão passou por cima deste fato, mas deixou o resultado favorável escapar pelas mãos no final do confronto. O duelo contra o Cuiabá teve o mesmo roteiro. Apesar dos equívocos do juiz, o time rubro-negro conseguiu dribá-los, teve chances claras de vencer o jogo, mas não conseguiu manter o placar e tomou o empate nos acréscimos.

O técnico leonino, Guto Ferreira, foi justo ao não responsabilizar apenas o árbitro, mas também o desempenho da equipe, por esta derrota. “Eu não vou ficar falando mais uma vez. O gol veio quando os acréscimos já tinham acabado, o pênalti, o Maílson defendeu, mas, se não, seria mais um lance equivocado. Eu já levantei o problema, agora cabe à direção resolver isso. Porém, eu não vou transferir, neste momento, para esta situação uma partida que não fizemos dentro do que vínhamos jogando. Foi abaixo”, declarou. 

“A gente tem que admitir essa situação. Primeiro tempo muito abaixo, segundo tempo melhoramos um pouco, fizemos 1 a 0, tivemos muitas dificuldades por conta de duas trocas por lesão, o que dificulta bastante a situação de você mexer taticamente na equipe, na estrutura. Cabe a nós trabalharmos para fazer melhor”, reconheceu o treinador do Sport. 

“O mais importante daqui é que o ponto que a gente leva nos mantém no bloco de cima. Estamos no G4, poderíamos estar melhores, em uma situação mais confortável, mas é um ponto importante que vai fazer diferença lá na frente. O Campeonato é longo e precisamos ajustar muitas coisas, reconhecemos isso”, completou.

Elton no lugar de Hernane

No intervalo desta partida contra o Cuiabá, Guto Ferreira surpreendeu, tirando o centroavante artilheiro do Leão, Hernane Brocador, e colocando Elton em seu lugar. O técnico justificou: “A gente precisava ter um pouco mais de retenção de bola na frente. O jogo estava com muito choque, forte, com muito corpo a corpo e o Hernane é um jogador de mais de saídas rápidas. Não era o jogo dele, mas do Elton.”

“Acho que conseguimos ajustar alguns detalhes, paramos a bola lá na frente um pouco mais. Tivemos um volume de jogo maior no segundo tempo, em cima das características dos jogadores. Infelizmente, acabamos tomando um gol nessa situação”, acrescentou Guto.