FUTEBOL PERNAMBUCANO

Após Seleção Brasileira, FCA diz que patrocínio a Sport, Santa Cruz e Náutico está 'em pauta'

Com fábrica em Goiana, grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles) revela que já houve conversas internas para patrocinar clubes de Pernambuco

postado em 15/03/2019 14:00 / atualizado em 15/03/2019 13:54

<i>(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)</i>
Presente desde 2015 em Goiana, na Região Metropolitana do Recife (RMR), o grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles), pode trazer em um futuro breve uma parceria para Sport, Santa Cruz e Náutico. Isso porque, após anunciar que patrocinará a Seleção Brasileira, em evento que aconteceu na quinta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, o diretor do brand Fiat para a América Latina e diretor comercial da Fiat no Brasil, Herlander Zola, em entrevista ao Superesportes, revelou que já houve conversas internas para uma possível parceria.

“Acho que todas oportunidades precisam ser avaliadas em todos os aspectos. No caso dos clubes de Pernambuco, não podemos negar que, a fábrica hoje em Pernambuco, ela tem uma relação mais próximas com a Jeep do que a Fiat. É algo que internamente a gente em alguns momentos debateu e conversou, mas até o momento não temos um caminho ou planejamento que nos permita, neste instante, a seguir nesse caminho. Mas é algo que está sempre na pauta e sempre sendo avaliado, porque a dinâmica local é muito importante para nós e estamos estudando para nos aproximar da comunidade local e construir mais simpatia. Mas é algo que está no radar”, revelou.

Como citou Zola, em Pernambuco a fábrica leva o nome da Jeep. Porém, no local também são produzidos veículos da Fiat, como a Toro, e, em breve, outros modelos. A Fiat tem fábrica em Betim, Minas Gerais. E no Estado, é parceiro do Atlético-MG, América-MG e o Cruzeiro. E partiu deste ponto a indagação em também ter essa parceria em Pernambuco, devido a força do Trio de Ferro no futebol local e nacional e na possibilidade de alavancar a marca no mercado.

“Sem dúvida. Principalmente na comunidade local e na região poderia trazer uma visibilidade muito importante. É algo que a gente tem que estudar com mais profundidade para tomar essa decisão”, citou o diretor comercial da Fiat.

O lado pernambucano da história
 
Se por parte da Fiat o tom da resposta foi visando algo futuro, o lado dos clubes nesta história é que já foram feitas todos os contatos possíveis para um acordo e que não dependem apenas mais deles.

“O Sport, através de emissários, como deputados e pessoas influentes, já tentou de todas as formas um acordo com a FCA. Porém, nunca houve nesses quatro anos um retorno formal da montadora”, revelou o vice-presidente do Sport, Carlos Frederico. Ainda segundo o rubro-negro, em todas as tentativas junto à FCA, sempre foi pensado algo envolvendo Sport, Náutico e Santa Cruz.   

Trio de Ferro e os patrocinadores
 
Do Trio de Ferro da capital, apenas o Sport não conta com patrocínio máster neste momento, após a saída da Caixa. Porém, está em uma constante busca por novos parceiros. O Náutico estampa na parte frontal do seu uniforme o Real Hospital Português e a Turquesa nas costas. Já o Santa Cruz tem o Home Center Tupan e o Cimento Forte na parte frontal da camisa tricolor.

Seleção Brasileira e a Fiat
 
O patrocínio tem duração de quatro anos e abrange todas as Seleções de futebol do Brasil: de base, Olímpicas e principais, masculinas e femininas. O vínculo cobre importantes competições internacionais, como a Copa do Mundo Feminina (França) , Copa América Brasil 2019, Copa América de 2020, Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão), em 2020, e a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Os valores da parceria não foram revelados.