NÁUTICO

Erick destaca aprendizado em Portugal e fala de parceria com Kieza no Náutico

Jovem atacante coloca que experiência na Europa lhe deu bastante amadurecimento pessoal e na carreira para retorno ao Recife

postado em 14/01/2020 11:25 / atualizado em 14/01/2020 11:33

(Foto: Léo Lemos/CNC)
A formação do elenco do Náutico para a temporada 2020 tem permeado jogadores experientes e jovens, mas um fato tem chamado a atenção. O clube tem adotado como política repatriar jogadores que possuem forte identificação com o Timbu. Foi o caso do zagueiro Ronaldo Alves e dos atacantes Kieza e Erick, consideradas as maiores contratações do Alvirrubro no ano.

Mais jovem entre os três, Erick se destacou na primeira passagem pelo clube, em 2017, quando foi promovido aos profissionais após bom desempenho na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com 41 partidas e 12 gols em seu ano como atleta do Timbu, o jogador despertou o interesse do futebol português, onde atuou por Braga (2018) e Gil Vicente (2019). Segundo o jovem, a passagem por Portugal foi decisiva para seu amadurecimento, especialmente, o contato com o técnico Vítor Oliveira. 

“Eu acho que amadureci muito. Não só como jogador, mas como pessoa. Aprendi muita coisa em Portugal com o Vítor Oliveira (Gil Vicente), que é um excelente treinador, e espero desfrutar disso na minha volta ao Náutico”, explicou o jovem atacante. 

Retornando após quase três anos, a realidade que Erick encontrou é a de jogadores com grande identificação com o clube retornando ao Náutico após muito tempo fora. São os casos de Kieza e Ronaldo Alves, a quem o atacante chamou de ídolos e disse que vai buscar aprender com eles no dia a dia. 

“A expectativa é a melhor possível. Ele é um ídolo da torcida, um jogador experiente, tem 33 anos e eu acho que vou aprender muito com ele no dia a dia. Não só com ele, mas com o Ronaldo (Alves) também e espero que a nossa parceria dê muito certo.”