COPA DO MUNDO

11 de julho traz boas recordações para Inglaterra e Croácia em Copas

Na mesma data em que duelam por uma vaga na final do Mundial da Rússia, croatas venceram a disputa do terceiro lugar em 1998 e ingleses começaram a caminhada rumo ao primeiro título mundial, em 1966

postado em 11/07/2018 08:00 / atualizado em 11/07/2018 10:30

Reprodução/FIFA TV
Toda relação é recheada de datas especiais. O dia do primeiro encontro, do primeiro beijo, aniversário de namoro, de casamento... E na relação das seleções com a Copa do Mundo não é diferente. Alguns dias são emblemáticos. Onze de julho é um dessas datas tanto para a Inglaterra, quanto para a Crócia. Nesta quarta-feira, as duas equipes disputam uma vaga na final do Mundial de 2018 e, mais do que isso, a oportunidade de continuar vendo o 11 de julho como um dia inesquecível.

Em 11 de julho de 1998, a Croácia — que naquele ano estreava em Copas do Mundo — conquistou sua melhor classificação até hoje: o 3º lugar. Exatamente nesta data, os croatas venceram a Holanda — que só foi batida pelo Brasil nos pênaltis — por 2 x 1, na disputa pela terceira posição do Mundial, no estádio Parc des Princes, em Paris.

Antes, a Croácia surpreendeu o mundo com uma campanha quase irretocável. Na primeira fase, venceu Jamaica e Japão e perdeu para a Argentina pelo placar mínimo. Depois, superou a Romênia nas oitavas, mandou a Alemanha para casa nas quartas (com uma vitória maiúscula por 3 x 0) e só foi derrotada na semifinal pela dona da casa, França, que viria a ser campeã. Chegar à semi, aliás, foi um feito que os croatas só conseguiram repetir agora, na Rússia.
 
 
Já para a Inglaterra, as boas lembranças de 11 de julho não vêm exatamente por uma vitória. Na verdade, em seu 11 de julho mais importante, os Three Lions apenas empataram em 0x 0 com o Uruguai, no emblemático estádio de Wembley, em Londres. Essa partida, porém, foi o pontapé inicial da campanha que culminaria no — até hoje — único título mundial da seleção inglesa, em 1966. 

Depois do empate na estreia, os ingleses venceram México e França, ambos por 2 x 0. Nas fases seguintes, bateram a Argentina por 1 x 0, Portugal de Eusébio — que havia ficado em primerio no grupo do Brasil — por 2 x 1 e a Alemanha Ocidental na final por 4 x 2. Caminhada vitoriosa que começou com o primeiro passo lá em 11 de julho.