VÔLEI

Brasília perde para Osasco

Time do DF continua com apenas três vitórias na Superliga

postado em 11/01/2019 22:14 / atualizado em 11/01/2019 22:38

Wallace Martins/Esp. Cb/D.A Press
Mesmo jogando em casa com apoio da torcida, o Brasília Vôlei não conseguiu vencer o Osasco Audax na noite desta sexta-feira, no Ginásio do Sesi, em Taguatinga. O time paulista comandado por Luizomar de Moura venceu o jogo por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/20 e 25/21. Em 11 rodadas, o time da capital tem apenas três vitórias e nove pontos.

O Brasília Vôlei sofreu com o desfalque da capitã Angélica Malinverno. Ela se machucou no aquecimento. A má sorte do time seguiu durante o jogo. O primeiro set foi o mais desequilibrado. O Brasília sofreu com os bloqueios das paulistas, além de ter cometido erros de recepção, ataque e saque. Nos dois últimos sets, as brasilienses melhoraram e ofereceram para a torcida bons rallys.

O jogo contra o Osasco era decisivo para as brasilienses diminuírem a distância para a zona de classificação dos playoffs. Com a derrota, o time treinado por Inácio Junior terá que fazer um segundo turno perfeito para conseguir vaga à próxima fase. “Nós sabemos da dificuldade para os playoffs, mas não está nada decidido. Agora, temos que pensar jogo a jogo para melhorar nossa pontuação”, comenta Inácio.

Natália Martins, do Osasco, foi eleita a melhor jogadora. Ela defendeu a equipe brasiliense por duas temporadas. Hooker, com 14 pontos, liderou o triunfo do Osasco. A oposto Renatinha fez 12 pelo Brasília. “Jogar com o Osasco é sempre difícil. Elas têm um poder de bloqueio muito grande e se o passe não chegar na mão, fica difícil virar a bola. Pra nós faltou agressividade no ataque”, conclui Renatinha.

O Brasília Vôlei volta às quadras pela primeira rodada do segundo turno no próximo dia 18, contra o Minas. A partida será no Arena minas em Belo Horizonte. No mesmo dia o Osasco enfrentará o São Cristovão.

 

*Estagiária sob a supervisão de Marcos Paulo Lima