Vôlei

SUPERLIGA FEMININA

Praia encara Osasco em confronto direto na Superliga; Minas joga em casa

Clássico na Grande SP, nesta sexta-feira, vale a vice-liderança

postado em 18/02/2021 19:55

(Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV)

Os times mineiros estarão em ação nesta sexta-feira, pela oitava rodada do returno da Superliga Feminina. O destaque é o duelo entre Osasco e Praia Clube, às 21h30, no Ginásio José Liberatti, em São Paulo. Será um confronto direto pela vice-liderança, com transmissão do SporTV 2. Mais cedo, às 19h, o Minas receberá o São José dos Pinhais na Arena MTC. 

O Minas lidera de forma isolada, com 51 pontos - foram 17 vitórias e apenas uma derrota na Superliga. O time de BH tem uma partida a mais que os principais concorrentes ao topo, o Praia, segundo colocado (43 pontos) e Osasco, terceiro, com 41. As aurinegras de Uberlândia e as paulistas têm 17 confrontos disputados na competição. 

EQUILÍBRIO

Praia e Osasco se enfrentaram recentemente, em 5 de fevereiro, pelas semifinais da Copa Brasil, em Saquarema, no Rio de Janeiro. O clássico terminou com vitória das mineiras por 3 a 0. O time de Uberlândia foi à final e terminou como vice-campeão, superado pelo Minas em jogo de cinco sets. 

No jogo pelo primeiro turno, disputado em 16 de dezembro passado, o Osasco levou a melhor e venceu o Praia, em Uberlândia, por 3 sets a 2. A previsão é de mais um encontro marcado pelo equilíbrio, nesta sexta-feira. 

A líbero Suelen, do Praia, sabe que a partida poderá ser definida nos detalhes. Mas ela confia em boa apresentação como visitante. “O time chega bem. Tivemos dois dias de folga bastante importante nesta sequência muito forte de jogos e todas estão bem fisicamente e estamos em ótima forma. Esse é um jogo importante, e temos que pensar na classificação porque isso faz diferença lá na frente em relação aos jogos em casa no playoff”, recomendou. 

Do lado paulista, a oposta Tandara, que já atuou no Praia e conhece bem algumas adversárias do clássico desta sexta-feira, reconheceu o poderio das mineiras, mas citou como exemplo a atuação no triunfo pelo primeiro turno, quando o Osasco mostrou superação e muita entrega em quadra.

“O Praia tem um dos times mais fortes da temporada e um dos maiores investimentos do vôlei feminino nacional. Conseguimos ganhar delas, na casa delas, fazendo um jogo coletivo, de muita entrega tanto em termos de raça como em obediência tática.  É o que vamos lutar para fazer novamente, desta vez no Liberatti”, projetou.

MINAS 


Embalado com 15 vitórias seguidas na temporada e disparado na liderança da Superliga, o Minas joga para confirmar o favoritismo e manter a boa margem sobre os concorrentes. O São José dos Pinhais ocupa o décimo lugar, com 22 pontos, e briga para entrar no G8 e garantir presença nos playoffs. No primeiro turno, as mineiras não tiveram dificuldade para fazer 3 a 0, no Paraná.

Apesar da diferença nos números, o time mineiro, conforme o técnico Nicola Negro, pregou respeito.“Não temos que olhar onde está o adversário, se está à frente ou abaixo na tabela. Na terça-feira, enfrentamos o Curitiba e, agora, vamos pegar o São José dos Pinhais, que são dois times que brigam por pontos na tabela para tentar a classificação para os playoffs. Por isso, temos que ter muito cuidado. Estamos em um período muito bom, com boas vitórias, mas temos que tomar cuidado com todos os adversários e respeitá-los da mesma maneira”, alertou o treinador italiano.

Tags: Minas Praia Clube Superliga Feminina Osasco são josé dos pinhais