UAI

2

Minas vence o rebaixado Goiás e recupera a liderança da Superliga Masculina

Time minas-tenista ganha em casa, manda rival para Superliga B e passa de novo o Cruzeiro na classificação

16/03/2022 21:15
compartilhe
Minas fez o dever de casa, bateu e rebaixou o Goiás e recuperou a liderança da Superliga
foto: Uarlen Valério/MTC

Minas fez o dever de casa, bateu e rebaixou o Goiás e recuperou a liderança da Superliga


O Minas não deu chance à zebra e recuperou a liderança da Superliga Masculina, perdida na véspera, após a vitória do Cruzeiro sobre o Uberlândia, em Contagem. O time minas-tenista derrotou o Goiás por 3 sets a 0, nesta quarta-feira, em casa, na Arena Uni-BH, e voltou ao posto de primeiro colocado. As parciais foram de 25/19, 28/26 e 25/20. O duelo, atrasado, foi válido pela nona rodada do returno. 

O Minas chegou a 58 pontos e deixou o Cruzeiro, que soma 56, na vice-liderança. O Goiás, por sua vez, acabou rebaixado para a Superliga B, já que não tem mais chance de ultrapassar o Brasília. Os goianos, que estrearam na elite nesta temporada, têm apenas 12 pontos e caíram ao lado do Uberlândia, lanterna e que ainda não pontuou.

Minas e Cruzeiro decidirão a liderança na rodada final da fase de classificação, neste sábado. Os mineiros jogarão fora de casa: os minas-tenistas enfrentam o Blumenau, às 19h, no Galegão, em Santa Catarina; e a Raposa pegará o Guarulhos, às 21h30, no Ginásio da Ponte Grande, em São Paulo. O Goiás vai se despedir da elite no duelo dos rebaixados contra o Uberlândia, em Monte Carmelo (MG), às 19h. 

Assim como os dois rebaixados, os oito times que avançarão aos playoffs das quartas de final estão definidos. Minas e Cruzeiro têm a companhia de Sesi-SP, Guarulhos, Blumenau, Campinas, Natal e São José. A rodada deste sábado definirá os confrontos do 'mata-mata', sendo que os rivais de Minas terão a vantagem de decidir em casa.

O JOGO

Mesmo rebaixado, o Goiás mostrou voluntariedade e ofereceu resistência. O time goiano deu trabalho no bloqueio, com o central Éder Levi. E vendeu caro a derrota no segundo set, quando o Minas teve que buscar o resultado em 28 a 26. Inspirado, o oposto cubano Sanchez foi o diferencial, ao lado do ponteiro Honorato. Os dois decidiram na terceira parcial, quando os anfitriões fecharam em 25 a 20. 

Honorato foi eleito o melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei. Ele disse alguns pontos ainda preocupam o time, mas confia em ajustes já para os playoffs. "O que a gente tira de lição é que não dá para estagnar em algumas passagens na rede. Às vezes a gente se perde em alguns momentos, se abate com erros, mas isso é um detalhe, não é algo normal no nosso time. Não é um bicho de sete cabeças para a gente se preocupar", enfatizou. 

O ponteiro, um dos destaques na campanha do Minas, vê a retomada da liderança como resultado da dedicação do grupo. "(A liderança) É consequência do nosso trabalho, da nossa preparação, encaramos todos os jogos como se fossem finais. Pensamos em manter um padrão, focando lá na frente. Vamos sempre manter o máximo para vencer e com a melhor performance", comentou, em entrevista ao SporTV. 

Sanchez foi o principal pontuador, com 20 acertos. E Honorato, com 16, veio logo a seguir. E o ponteiro Leozinho, que marcou cinco pontos e foi poupado no decorrer do jogo, comemorou o aniversário com vitória. Ele teve o nome gritado pela torcida, que cantou o tradicional 'Parabéns' e recebeu o carinho dos familiares. 


Compartilhe