GRUPO F

Na Arena Pantanal, Bósnia e Nigéria se enfrentam por sobreviência no Grupo F da Copa

Bósnios foram derrotados pela Argentina, e nigerianos vêm de empate contra Irã

postado em 21/06/2014 09:33 / atualizado em 21/06/2014 09:46

Gazeta Press

AFP PHOTO/Jewel Samad

Nigéria e Bósnia e Herzegovina jogam a vida neste sábado, à partir das 19 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Como os africanos não passaram de um empate sem gols com o Irã e os europeus foram derrotados pela Argentina em sua estreia em Copa do Mundo, só uma vitória interesse para as equipes chegarem na terceira e última rodada da primeira fase ainda lutando por uma vaga nas oitavas de final do Mundial do Brasil.

Apesar da derrota para os argentinos, a Bósnia vendeu caro o placar de 2 a 1 e mostrou que vai brigar por uma vaga no Grupo F. Os jogadores estão cientes do que são capazes e já esperavam duelar com Nigéria e Irã.

“Nós sempre queremos ganhar e, depois de uma derrota dessa, queremos ganhar ainda mais. Desde o começo do campeonato, a gente sabia que iriamos lutar para ficar em segundo lugar contra Nigéria e Irã, então, vamos fazer tudo para ganharmos”, disse o sereno atacante Lulic.

Apesar de demonstrar muita confiança, Lulic pode ir para o banco de reservas na partida deste sábado, já que o atacante Ibisevic foi bastante elogiado após entrar e marcar o gol bósnio na partida que aconteceu no Maracanã. Mas a grande esperança segue sendo o atacante Dzeko. Ídolo dos torcedores, o goleador do Manchester City das Inglaterra ainda não mostrou seu talento nesta Copa e carrega uma grande responsabilidade.

“É difícil depois de apenas um jogo conseguir formar alguma opinião definitiva sobre a Nigéria, mas no ano passado, eles ficaram vários jogos sem sofrer gols. Acho que vai ser o adversário mais difícil. Nós não sabemos jogar para empatar e nunca jogamos para empatar”, avisou o técnico Safet Susic.

Enquanto isso, o comandante da seleção nigeriana de futebol, Stephen Keshi, tenta mostrar respeito aos bósnios, mas não esconde que seria uma grande surpresa e decepção o time africano não avançar de fase em um grupo com apenas uma grande seleção.

AFP PHOTO/Jewel Samad


"Sim, estamos confiantes. Eu sei o que eu conversei com meus jogadores e sei que vamos sair vencedores. A Bósnia é um adversário difícil, tem um ataque bom, mas eu tenho certeza de que vamos fazer um bom jogo e vencer", afirmou Keshi, sem medir as palavras.

O empate sem gols contra a seleção do Irã, em Curitiba, na primeira rodada, frustrou o planejamento da tradicional seleção africana. No entanto, com a vantagem de ter um ponto a mais que os bósnios e contar com jogadores renomados como Mikel e Moses fazem com que a Nigéria ainda se sinta favorita à segunda vaga do grupo.

A escalação não deve mudar e a única dúvida é o experiente zagueiro Oboabona, que saiu lesionado da primeira partida e foi poupado dos treinos posteriores, mas deve ser confirmado para o jogo decisivo deste sábado. Caso não se recupere a tempo, Yobo será titular.

NIGÉRIA X BÓSNIA E HERZEGOVINA


BÓSNIA E HERZEGOVINA: Begovic; Mujdza, Bicakcic, Spahic e Kolasinac; Besic e Pjanic; Hajrovic, Misimovic (Ibisevic) e Lulic; Dzeko
Técnico: Safet Susic

NIGÉRIA:
Enyeama; Ambrose, Oboabona (Yobo), Omerou e Oshaniwa; Onazi, Mikel, Azeez e Moses; Musa e Emenike
Técnico: Stephen Keshi

Local:
Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 21 de junho de 2014, sábado
Horário:
19 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Peter O. Leary (NZL)
Assistentes: Jan Hendrik Hintz (NZL) e Mark Rule (NZL)
Quarto árbitro: Roberto Moreno (PAN)

Tags: bosnia nigeria copa2014 grupo f arena pantanal