SELEÇÃO BRASILEIRA

Em longo treino sem coletivo, Seleção Brasileira que enfrenta Argentina ainda não é definida

Rômulo foi única ausência da atividade por ainda não ter conseguido visto chinês

postado em 08/10/2014 10:05 / atualizado em 08/10/2014 10:12

Rafael Ribeiro / CBF

Mesmo tendo praticamente todo o grupo à disposição, Dunga opta por ainda não testar a escalação que encara a Argentina, no próximo sábado, pelo Superclássico das Américas. Em treinamento no Estádio Olímpico Sports Center, em Pequim, o técnico preferiu não fazer coletivo e passou quase duas horas comandando atividades variadas.

Após meia hora de aquecimento, os selecionados foram divididos em três equipes e fizeram atividade em campo reduzido. Desta forma, nenhuma das principais questões em torno da escalação ainda foi esclarecida, como a dupla de Luiz Gustavo no meio-campo ou a permanência de Diego Tardelli no comando de ataque.

Ao menos as condições físicas de Jefferson puderam ser bem analisadas. O goleiro participou normalmente de todo o treino, provando que a lesão no dedo mindinho não deve colocar sua titularidade em xeque. Rafael Cabral e Marcelo Grohe revezaram entre exercícios específicos e os treinos experimentais com o restante do grupo.

Dunga teve 22 jogadores à disposição para o treinamento. Convocado de última hora, o meio-campista Rômulo foi a única ausência da atividade por ainda não ter conseguido o visto chinês. A Seleção volta a trabalhar nesta quinta-feira e reconhece o gramado do Ninho do Pássaro no dia seguinte. O amistoso contra a Argentina será às 09h05 (de Brasília) do sábado.


Tags: argentina dunga seleção treino brasil