SELEÇÃO BRASILEIRA

Zagueiro Dante admite que Brasil não teve preparo psicológico para ganhar Copa do Mundo

Em entrevista à Fifa, defensor revela visão sobre desempenho brasileiro no Mundial

postado em 17/11/2014 20:45

AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON
Às vésperas do amistoso entre Brasil e Áustria, que fecha o trágico ano de 2014, o zagueiro Dante relembrou a maior vergonha vivida pela Seleção em sua história. Em entrevista ao site oficial da Fifa, o defensor, que não foi convocado por Dunga, revelou a sua visão sobre o desempenho do time canarinho na Copa do Mundo, principalmente na derrota por 7 a 1 para a Alemanha, e fez duras críticas ao modo como Luiz Felipe Scolari preparou psicologicamente o seu grupo.

“Para mim, o que aconteceu foi que, psicologicamente, não nos preparamos de forma adequada para a Copa do Mundo. Tínhamos que nos colocar na posição de favoritos e incorporar a necessidade de vencer, mas respeitando o esporte e o que ele tem de imprevisível. Quando nós vimos que tomamos o segundo e o terceiro gols, nós simplesmente não aceitamos o fato. Não raciocinamos. Não pensamos que era preciso encarar a situação e ser mais inteligentes”, analisou Dante, que ainda completou.

“E, então, isso virou um choque, que ocasionou o 7 a 1. Isso quando nós todos sabemos que, quando você vive uma má fase dentro de um jogo, é normal você se fechar, parar um pouco. Nós estávamos preparados para sermos campeões, mas não para enfrentar adversidades. E esse clima de “temos que ganhar” pode até fazer bem para o trabalho em alguns momentos, mas, psicologicamente, é preciso ter mais visão do que isso. Disputar uma Copa do Mundo dentro do próprio Brasil não é para qualquer um”, completou o zagueiro do Bayern de Munique.

Tags: Dante Brasil Alemanha 7 a 1