ATLÉTICO

Com vinho e namorada em casa, Kalil comemora título e alfineta rival: 'Eterno freguês'

Presidente brinca com conquista inédita da Copa do Brasil pelo Atlético

postado em 27/11/2014 00:58 / atualizado em 27/11/2014 01:04

Redação /Superesportes

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press
Alexandre Kalil não foi ao Mineirão assistir à decisão da Copa do Brasil. De casa, viu o Atlético vencer o Cruzeiro por 1 a 0 e ficar com o título. A última conquista como presidente alvinegro tem uma comemoração bem modesta, com a namorada Ana e um vinho. Contudo, ele não deixou de provocar o rival celeste.

“Sei que o momento deles é muito dolorido. Então vou respeitar a dor da torcida do Cruzeiro, que é virar esse freguês eterno do Atlético”, disse Kalil à rádio Itatiaia, por telefone.

Foi o terceiro título inédito da gestão Kalil, que teve a Copa Libertadores 2013 e a Recopa Sul-Americana 2014. Agora, ele se prepara para deixar a presidência para seu vice, Daniel Nepomuceno.

“A diretoria toda está no Mineirão. Estão de parabéns e Deus nos reservou muita coisa. Dia três não sou mais presidente do Atlético. Era praticamente meu último jogo importante. Deixo uma Copa do Brasil e uma vaga na Libertadores. Tenho certeza que terei um lugar, mesmo que pequeno, no coração dessa torcida. Esse é meu salário, o que ganhei no Atlético”, comenta Kalil.

Questionado se dormiria com a taça, como já aconteceu em outras conquistas, Kalil brincou. Disse que estava em casa com um vinho e a namorada e não queria ser incomodado. “Não quero taça não. Já abri um vinho e não quero que ninguém me amole”, disse, aos risos.

Apesar das brincadeiras, Kalil fez questão de pregar que ocorra uma comemoração de título em paz em todo o estado: "Que a torcida agora comemore em paz, soltando foguete e depois indo para casa. Toda mãe quer receber seu filho. Não sou politicamente correto não. Mas as mães esperam seu filho em casa".

Tags: copadobrasil campeão alexandre galoc atleticomg kalil