CRUZEIRO TETRACAMPEÃO

CRUZEIRO

Dedé comemora tetracampeonato, mas lamenta não ter jogado: "sofri demais, difícil ficar fora"

Zagueiro cruzeirense sofreu entorse no joelho direito no início do mês

postado em 23/11/2014 20:24

Mayko Silva /Superesportes

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press
A conquista do tetracampeonato brasileiro pelo Cruzeiro foi, sem dúvida, emocionante para todo cruzeirense. Mais ainda para os jogadores – principalmente aqueles que já estavam no clube no tricampeonato, em 2013 –, que participaram de toda a campanha e contribuiram efetivamente para o título. Um, no entanto, não pôde entrar em campo na vitória sobre o Goiás, por 2 a 1, no Mineirão, e sofreu com isso.

Contratado como grande reforço da última temporada, Dedé viveu altos e baixos na Toca da Raposa e, em muitas oportunidades, justificou o apelido de "Mito". Titular do tricampeonato nacional e em grande parte do tetra, o zagueiro se machucou duas vezes no ano. A primeira vez, em maio, quando ficou afastado dos gramados por 46 dias. A última, no início deste mês, o afastou da final da Copa do Brasil, contra o arquirrival Atlético, e da partida que decretou matematicamente o quarto título celeste do Campeonato Brasileiro.

"É muito difícil ficar de fora, pior que jogar. Sofri demais, é difícil ficar fora", lamentou Dedé, no gramado do Mineirão neste domingo, onde comemorava com os companheiros a conquista. A contusão foi no segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o Santos (3 a 3), na Vila Belmiro, em 6 de novembro. No lance que originou o primeiro gol santista, logo aos 4 minutos, ele sofreu entorse no joelho direito.

Mesmo sem poder entrar em campo para jogar, Dedé ficou feliz e comemorou. "É diferente de tudo, o bi é mais difícil de conquistar. Os times já conhecem a nossa forma de jogar. Nosso time mostrou competência, capacidade e união, que foi o forte desse grupo", exaltou o xerife celeste.

O clube não dilvuga tempo de recuperação quando seus atletas se machucam, mas é possível que o zagueiro só volte a jogar oficialmente no ano que vem. Assim, Dedé assistirá e torcerá das arquibancadas mais uma vez na quarta-feira, quando o Cruzeiro decide a Copa do Brasil contra o Atlético, às 22h, novamente no Mineirão.

Tags: dede zagueiro cruzeiroec crut tetracampeao seriea