ESPORTE

Governo de Minas anuncia reestruturação e acaba com Secopa e Ademg

O corte de secretarias ainda depende da aprovação da Assembleia de Minas

postado em 31/07/2013 17:10 / atualizado em 31/07/2013 17:28

Gil Leonardi / Imprensa MG
O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, anunciou na tarde desta quarta-feira a redução do número de secretarias, que, a partir de janeiro de 2014, passará de 23 para 17. A medida faz parte de um pacote de iniciativas que representará uma economia de aproximadamente R$ 1,1 bilhão ao final do governo. Com as mudanças, várias secretarias serão incorporadas a outras e algumas autarquias extintas.

A Administração dos Estádios de Minas Gerais (Ademg) foi extinta. Já a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) será fundida com a de Turismo e passará a fazer parte da Secretaria de Esportes. A nova pasta do governo ficará responsável pela administração dos estádios.

“O objetivo dessa reestruturação administrativa é levar o governo a gastar cada vez menos com a máquina pública e cada vez mais com os cidadãos”, afirmou o governador Anastasia. A iniciativa, porém, faz parte de uma nova política para se adaptar à queda de arrecadação do estado. Também serão cortados cargos comissionados, além da extinção de 52 funções de direção. Para entrar em vigor, a redução de secretarias precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa de Minas.

Ao todo, o pacote ainda prevê a redução de gastos com telefones corporativos, limitação no uso de veículos de representação, restrição para realização de eventos e outros serviços e a proibição de viagens nacionais e internacionais. Com essas medidas, a estimativa é que ocorra uma redução nas despesas do estado, entre agosto e dezembro deste ano, de R$ 105 milhões. O montante equivale a 13% do total de despesas de custeio.

Leia a nota completa no EM.com.br

Tags: minas governo extinção ademg secopa americamg atleticomg cruzeiroec interiormg boaec novomineirao novoindependencia Antonio Anastasia