UAI

2

No adeus de Fred, Fluminense bate Ceará e vira vice-líder do Brasileiro

Com Maracanã lotado, atacante entra no fim do segundo tempo para última partida como jogador profissional

09/07/2022 21:19 / atualizado em 09/07/2022 21:34
compartilhe
Fred se despediu dos gramados com homenagens e vitória do Fluminense no Maracanã
foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Fred se despediu dos gramados com homenagens e vitória do Fluminense no Maracanã

Homenagem, emoção e vitória. A despedida de Fred do Fluminense foi à altura da idolatria do artilheiro. A torcida tricolor lotou o Maracanã e fez a festa para o centroavante. Em campo, o Flu deixou o sábado ainda mais especial e fez 2 a 1 sobre o Ceará, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Despedida de Fred com festa no Maracanã



O sábado foi todo para Fred, com homenagens desde que pisou no Maracanã. O mosaico para ele foi mais um ponto alto da festa. Aos 38 anos, ele se despede como um dos maiores ídolos da história tricolor. A primeira passagem pelo Tricolor Carioca foi de 2009 a 2016. Ele retornou ao Flu em 2020. Ao todo, foram 381 jogos e 199 gols, é o segundo maior artilheiro do clube. O centroavante foi bicampeão brasileiro (2010 e 2012) e carioca (2012 e 2022) e ganhou uma Primeira Liga (2016).



Fred se despede com o dever cumprido com a camisa tricolor e pode ficar tranquilo quanto ao sucessor. Cano mostra a cada dia que pode ocupar o posto de artilheiro. Ele marcou novamente e rendeu novas homenagens ao ídolo do Fluzão.


Com a vitória, o Fluminense pula para 27 pontos e está na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O Ceará, com 18 pontos, está na 16ª colocação.

O Fluminense, agora, tem a Copa do Brasil pela frente. O Tricolor Carioca faz o segundo jogo das oitavas de final contra o Cruzeiro nesta terça-feira, às 21h (horário de Brasília), no Mineirão. Como venceu a partida de ida por 2 a 1, o Flu tem a vantagem do empate. O próximo compromisso pelo Brasileirão será contra o São Paulo, domingo, no Morumbi.




O Ceará também tem duelo pela Copa do Brasil no meio da semana: enfrenta o Fortaleza, nesta quarta-feira, às 20h (de Brasília), no Castelão. Como perdeu a ida por 2 a 0, precisa vencer por três gols de diferença ou por dois para levar a decisão para os pênaltis. Já pelo Brasileirão, o Ceará vai receber o Corinthians na próxima rodada, neste sábado, às 21h (de Brasília).

O jogo - O Ceará deu um susto no começo do jogo. Após cobrança de escanteio, Mendoza finalizou da pequena área, mas Manoel bloqueou e salvou o Tricolor Carioca. A resposta do Fluminense foi com Matheus Martins. Ele recebeu de Caio Paulista e chutou. A bola foi para fora, com perigo.


Aos 11, João Ricardo fez milagre. Arias cruzou da esquerda e encontrou Cano. O artilheiro finalizou de primeira, mas o goleiro do Ceará salvou. O Vozão conseguiu segurar o ímpeto do Fluminense e equilibrou as ações. Aos 30, Bruno Pacheco arriscou de longe e obrigou Fábio a salvar.

O Fluminense deu o bote na reta final do primeiro tempo. Caio Paulista levantou para área. Cano, entre os zagueiros, cabeceou e fez 1 a 0, aos 38 minutos. Na comemoração, ele fez o coração, marca de Fred, foi abraçar o homenageado da noite. Cano chegou a dez no Brasileirão e se isolou na artilharia.

O Ceará ainda criou uma chance no primeiro tempo. Vina levantou para a área e Lima emendou uma bicicleta, para fora, com perigo.

No começo do segundo tempo, após cruzamento da direita, Vina pegou o rebote e chutou no canto. Fábio espalmou. A resposta tricolor foi fatal. Aos oito minutos, Samuel Xavier lançou Cano. O artilheiro cruzou para Matheus Martins fazer 2 a 0. Novamente, comemoração com Fred.

Richard desperdiçou chance de diminuir. Na área, ele recebeu de Vina e chutou para fora. Aos 23, Fábio salvou o Fluminense. Vina emendou com força. O goleiro espalmou. A bola ainda explodiu no travessão. Diniz fez alterações. Ele colocou Felipe Melo e Martinelli. Saíram Nonato e Ganso.

Arias teve oportunidade para ampliar. Ele se aproveitou de vacilo do Ceará e avançou. Contudo, chutou em cima de João Ricardo. Aos 30 minutos, o Maracanã vibrou novamente quando Fred foi chamado para entrar em campo. Dois minutos depois, Cano deu lugar ao homenageado da noite. O argentino fez reverência ao camisa 9.

Fábio surgiu bem novamente. Aos 35, após cobrança de escanteio, Yuri Castilho ganhou pelo alto. O goleiro salvou mais uma vez. Fred levantou a torcida. Ele foi acionado na esquerda e travado na hora de cruzar.

Caio Paulista quase ampliou. Ele recebeu pela esquerda e chutou cruzado, para fora. Nos acréscimos, Luiz Otávio diminuiu para o Ceará, mas não estragou A festa tricolor para Fred.

FLUMINENSE 2X1 CEARÁ

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Manoel e Caio Paulista; André, Nonato (Felipe Melo) e Ganso (Martinelli); Matheus Martins (Willian Bigode), Arias (Luccas Claro) e Cano (Fred). Técnico: Fernando Diniz

CEARÁ: João Ricardo; Michel Macedo, Luiz Otávio, Messias e Bruno Pacheco (Victor Luís); Rodrigo Lindoso (Fernando Sobral), Richard Coelho, Lima (Zé Roberto) e Vina; Mendoza (Dentinho) e Yuri Castilho (Cléber). Técnico: Marquinhos Santos

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 09/07/2022, sábado

Público e renda: 57.884 pagantes / 63.707 presentes / R$ 2.201.275,00
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP-Fifa)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartão amarelo: Matheus Martins e Felipe Melo (Fluminense) e Yuri Castilho, Messias e Richard Coelho (Ceará)
Gols:
FLUMINENSE: Cano, aos 38' do 1ºT, e Matheus Martins, aos 8' do 2ºT
CEARÁ: Luiz Otávio, aos 47' do 2ºT


Compartilhe