UAI

2

Fernando Diniz, do Flu, exalta goleiro Fábio: 'Um dos maiores da história'

Treinador destacou importância simbólica da atuação de Fábio diante de seu clube, o Cruzeiro, e da classificação às quartas de final da Copa do Brasil

13/07/2022 02:44 / atualizado em 13/07/2022 03:12
compartilhe
Fernando Diniz exaltou carreira de Fábio e grande atuação pelo Flu contra o Cruzeiro, no Mineirão
foto: Flu TV/reprodução

Fernando Diniz exaltou carreira de Fábio e grande atuação pelo Flu contra o Cruzeiro, no Mineirão


O técnico Fernando Diniz, do Fluminense, exaltou a grande atuação do goleiro Fábio na vitória por 3 a 0 sobre o Cruzeiro, nessa terça-feira (12), no Mineirão, em jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o Tricolor avançou às quartas de final.

Fábio, do Flu, é reverenciado pela torcida do Cruzeiro no Mineirão



Fábio fez defesas importantes pelo Fluminense e atraiu os holofotes no Mineirão por sua enorme história no Cruzeiro. Foram 17 anos ininterruptos, 976 jogos, 34 pênaltis defendidos e 12 títulos em Belo Horizonte.



No reencontro com a torcida do Cruzeiro, agora como rival, Fábio foi reverenciado no aquecimento e retribuiu com agradecimentos ao público.




Fernando Diniz contou, logo depois do jogo, que não percebeu as vaias dos cruzeirenses para o ídolo histórico. A despeito disso, Fábio se destacou em um jogo cercado de simbolismo no Mineirão.

Na visão do treinador, Fábio é um dos maiores goleiros da história do futebol brasileiro.

"Mas era um jogo simbólico pra ele, importante e ele foi decisivo. O cara é um gigante. Um dos maiores goleiros que a gente em na história, não é um eufemismo, pra mim ele é um dos maiores goleiros da história do país. O cara é diferente demais. Pela idade que ele tem, acho que o Fábio nem sabe o tamanho dele, o talento que ele possui", declarou.



"E é uma pessoa especial ainda, de uma simplicidade impar. Ele merecia a classificação, merecia pelo simbolismo que era o jogo pra ele por ter jogado tantas partidas no Cruzeiro, ter ganhado tantos títulos, e ter tido a participação que ele teve. Pelo menos em três ocasiões ele fez defesas muito bonitas, difíceis, como foi contra o Ceará e é um cara que merece muito. Merece classificação, merece não ter tomado gol e merece continuar brilhando", completou Fernando Diniz.

Compartilhe