UAI

2

Marquinhos descarta boicote da Seleção à Copa América: 'Não nos negamos'

Capitão destacou que o elenco tem orgulho de estar na Seleção Brasileira

08/06/2021 23:46 / atualizado em 09/06/2021 11:32
compartilhe
Marquinhos descartou boicote do grupo da Seleção à Copa América
foto: Norberto Duarte/AFP

Marquinhos descartou boicote do grupo da Seleção à Copa América

Capitão da Seleção Brasileira na vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, nesta terça-feira, em Assunção, pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, o zagueiro Marquinhos confirmou o discurso já esperado e afirmou que o elenco jamais cogitou não disputar a Copa América. O torneio começa no próximo domingo, dia 13, com o confronto do Brasil diante da Venezuela, em Brasília.
 
 

Leia também:


Sem entrar em detalhes, Marquinhos disse que houve muitas especulações nos últimos dias sobre eventual boicote, mas destacou que o elenco tem orgulho de estar na Seleção Brasileira.

Leia, a seguir, a declaração completa de Marquinhos:

“A gente sabe de todo o contexto da Copa América. Foi muito discutido nesses últimos dias, internamente e externamente, a gente vê tudo que as pessoas falam mesmo sem saber da verdade dos fatos. Então, quero deixar claro que em momento algum os jogadores se negaram a vestir essa camisa, isso aqui é o nosso sonho de criança. A gente via todos na televisão e a gente sonhava estar aqui e hoje a gente está. É o maior orgulho pra gente estar vestindo essa camisa da Seleção Brasileira. A gente fez o que tinha que fazer nesses dois jogos (pelas Eliminatórias), que eram o nosso foco no momento. A partir de agora a gente vai ver o que será decidido, a gente sabe como todos vêm falando, a gente sabe que existe uma hierarquia, nós somos jogadores, estamos cientes do nosso papel, é papel importante, mas quero deixar claro que em momento algum a gente se negou a vestir essa camisa aqui”.

A competição sul-americana será iniciada no domingo, às 18h, com a partida entre Brasil e Venezuela, no Mané Garrincha, em Brasília. A grande final será em 10 de julho, no Maracanã, no Rio.

As outras sedes da Copa América serão Cuiabá, com jogos na Arena Pantanal, e Goiânia, com partidas previstas para o Estádio Olímpico. 

Em relação aos jogos do Rio de Janeiro, apenas a finalíssima será no Maracanã. As demais partidas serão realizadas no Nilton Santos, estádio do Botafogo.

O Rio e a capital federal Brasília receberão oito jogos da Copa América. Goiânia será a sede de sete partidas. A Arena Pantanal, em Cuiabá, será palco de cinco duelos, todos da primeira fase.

Seleção Brasileira

Depois da estreia contra a Venezuela, no dia 13, os comandados de Tite ainda atuarão contra o Peru, dia 17 de junho, às 21h, no Engenhão. No mesmo palco e horário, enfrentará a Colômbia, dia 23. E, por fim, dia 27, jogará com o Equador, às 18h, no estádio Olímpico de Goiânia, encerrando a primeira fase.


Compartilhe