Seleção

SELEÇÃO BRASILEIRA

Seleção Brasileira treina sem três jogadores, e Lodi não será cortado

Lateral-esquerdo teve trauma no quadril e permanece em tratamento

postado em 29/06/2021 22:44

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Brasileira realizou na tarde desta terça-feira o seu primeiro treino após a definição do confronto com o Chile pelas quartas de final da Copa América. Na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), Tite comandou um treino técnico e não pôde contar com três jogadores. O duelo contra os chilenos será na sexta-feira que vem, às 21h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. 

Os zagueiros Éder Militão e Léo Ortiz, este que se apresentou pela manhã, fizeram trabalhos individualizados na academia da Granja Comary e por isso não treinaram. A outra ausência na atividade foi o lateral Renan Lodi, que seguiu em tratamento com a fisioterapia.

O chefe do departamento médico da Seleção, Rodrigo Lasmar, afirmou que não há a possibilidade de Lodi ser cortado neste momento, mas disse que o lateral-esquerdo vai seguir em tratamento e será reavaliado até a partida contra o Chile.

"Ele sofreu trauma no quadril, do lado esquerdo, no nosso último jogo contra o Equador. Foi um trauma forte, ele não conseguiu continuar em jogo. Nós fizemos um exame de imagem no dia seguinte, que mostrou só a contusão local. A partir disso, ele já está em tratamento na fisioterapia, se recuperando bem. Não existe possibilidade de corte, mas a gente precisa aguardar a sua evolução para que ele volte a treinar quando estiver pronto", explicou Lasmar.

LÉO ORTIZ

Já o zagueiro Léo Ortiz não participou da atividade porque atuou pelo Red Bull Bragantino na noite de segundo diante do Atlético-GO. Convocado para a vaga de Felipe, cortado, o defensor se apresentou na Granja Comary na manhã desta terça e concedeu entrevista coletiva.

"Nos últimos dias, realmente, foi um turbilhão de coisas que surgiram, mas fiquei muito feliz, é uma responsabilidade enorme. O jogador que quer chegar ao alto nível tem que estar preparado para esses momentos, eu me preparei para isso. As pessoas acompanham, estão vendo meu trabalho. É uma oportunidade benéfica, uma responsabilidade imensa", disse Ortiz, sobre a sua convocação.

O defensor do Bragantino também falou sobre a disputa por posição com Thiago Silva e Marquinhos, que são referências para ele desde o início da carreira. "Fico muito feliz de poder ter esse dia a dia com eles. Amanhã vou ter a oportunidade de estar em campo, poder estar junto, absorver o conhecimento, o que eles têm para me passar".

Sem os três defensores e sob neblina intensa, o técnico Tite comandou um trabalho de posse de bola em campo reduzido com dois times. Após os trabalhos coletivos, os jogadores ainda fizeram complementos de bola parada e de finalização. Para o lugar de Lodi nos treinos foi chamado o jovem Lucas Esteves, do Palmeiras.

Tags: lateral chile tite futinternacional selefut copaamerica renan lodi