UAI

2

Ex-Galo, Emerson Royal avalia disputa com Daniel Alves e Danilo na Seleção

Lateral-direito, que passou pelo Atlético e defende o Tottenham, da Inglaterra, disse que velocidade pode ser trunfo na briga por vaga

07/06/2022 00:04
compartilhe
Emerson Royal, ex-Atlético, participou do programa Bem, Amigos!
foto: Reprodução/SporTV

Emerson Royal, ex-Atlético, participou do programa Bem, Amigos!


O lateral-direito Emerson Royal está no radar do técnico Tite para a lista de convocados para a Copa do Mundo. O jogador, que teve passagem pelo Atlético antes de ser negociado com o Tottenham, da Inglaterra, comentou sobre a disputa por vaga no Mundial com outros atletas e analisou o esquema usado pelo treinador. Para ele, sua velocidade pode ser trunfo.

''O Brasil tem muitos jogadores de qualidade em todas as posições. Mas quem está sendo convocado atualmente vem sendo eu, o Danilo e o Dani Alves'', disse Emerson em entrevista ao programa Bem, Amigos!, do canal SporTV.

O lateral se vê, entre os concorrentes, o que tem o futebol mais agudo e veloz. Por conta disso, em sua visão, Tite pode precisar de suas características na Copa do Mundo, como já aconteceu anteriormente.

''Entre nós três (Emerson, Danilo e Dani Alves), hoje, o único lateral que tem velocidade sou eu, que sou um jogador um pouco mais agudo. O Tite fala isso. O Brasil joga em um sistema que pode ser que mude, a gente não sabe, depende do jogo. Já aconteceu, quando eu joguei, de inverter. O lateral-esquerdo vinha, fazia a saída e eu espetava um pouco mais. Acho que o Tite quer ter essa alternativa, porque tenho certeza que pode precisar'', disse.

Sem Emerson Royal entre a lista de convocados, o Brasil encerrou nesta segunda-feira sua participação na data Fifa. O saldo foi de vitória por 5 a 1 sobre a Coreia do Sul e vitória por 1 a 0 sobre o Japão.
 
Emerson, de 23 anos, foi revelado pela Ponte Preta e subiu aos profissionais em 2017. Na temporada seguinte ele teve os direitos adquiridos pelo Atlético e teve bom desempenho no Campeonato Brasileiro. Em janeiro de 2019, o lateral-direito foi vendido ao Barcelona e acabou emprestado ao Betis, antes de ser negociado ao Tottenham. No Galo, o jogador disputou 23 partidas e marcou um gol.  

Compartilhe