UAI


Atlético, Flamengo ou Palmeiras: quem tem o ataque mais poderoso do Brasil?

Trio é favorito aos títulos da Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil desta temporada

17/09/2021 16:16 / atualizado em 17/09/2021 16:16
compartilhe
Hulk, Gabigol e Willian são os artilheiros de Atlético, Flamengo e Palmeiras
foto: Pedro Souza/ Atlético, Alexandre Vidal/Flamengo e Cesar Greco/Palmeiras

Hulk, Gabigol e Willian são os artilheiros de Atlético, Flamengo e Palmeiras

Com elencos milionários, AtléticoFlamengo Palmeiras vêm se sobressaindo sobre os adversários e mostrando que podem dominar o futebol nacional nos próximos anos. O trio faz jus à expectativa criada para esta temporada e é favorito aos títulos do Campeonato BrasileiroCopa do Brasil e Libertadores. Porém, qual das equipes tem o maior poderio ofensivo do país e será capaz de conquistar os troféus? 
 
Superesportes preparou um levantamento para esclarecer a dúvida de muitos torcedores. Veja os números completos de cada time na matéria abaixo. 
 

Atlético 

 
O Atlético lidera o Brasileirão, com 42 pontos, e está nas semifinais das duas copas. Com um ataque de respeito, o Galo tem média de 1,7 gol por partida somando todos os jogos que fez nesta temporada. Foram 85 bolas na rede em 50 apresentações. Artilheiro do time com 20 tentos marcados, o atacante Hulk é o principal responsável pelos bons números.

No Campeonato Mineiro, o Alvinegro entrou em campo em 15 oportunidades até se sagrar campeão pela 46ª vez na história. Nessas partidas, o time conseguiu ter um ótimo desempenho no setor ofensivo ao marcar 27 gols.
 
Atlético é o líder isolado do Brasileirão, com 42 pontos
foto: Pedro Souza/ Atlético

Atlético é o líder isolado do Brasileirão, com 42 pontos


Por sua vez, o clube mineiro fez apenas seis jogos na Copa do Brasil. Por ter se classificado para a Libertadores de 2021, o Atlético ganhou o direito de iniciar a competição nacional já na terceira fase. Sendo assim, o ataque atleticano foi efetivo em dez ocasiões, dando à equipe a média de 1,6 gol no torneio. 

Com apenas três gols sofridos na Libertadores, o Galo tem como maior trunfo a defesa. Contudo, o ataque não deixa a desejar: foram 19 tentos em dez partidas. No Brasileirão a situação também é semelhante. Em 19 apresentações, o Atlético conseguiu anotar 29 gols.
 
Médias de gols
  • Total na temporada - 1,7 por jogo
  • Campeonato Mineiro - 1,8 por jogo
  • Copa do Brasil - 1,6 por jogo
  • Libertadores - 1,9 por jogo
  • Campeonato Brasileiro - 1,52 por jogo
 

Flamengo

 
Em ascensão após a chegada do técnico Renato Gaúcho, o Flamengo faz uma campanha de sucesso na temporada. Ao bater o Grêmio por 2 a 0 no Maracanã, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, o time confirmou a sua vaga para as semifinais da competição. Além disso, já está classificado para as semis da Libertadores e é o terceiro colocado no Brasileiro, com 34 pontos em 17 rodadas. 

Rubro-Negro também se destaca por outro fator positivo dentro de campo. É a equipe com mais gols marcados no Brasil neste ano: foram 115 gols em 49 partidas disputadas - média de 2,34 tentos. Principal artilheiro, o atacante Gabriel Barbosa ajudou o time com 27 bolas nas redes adversárias. 

No Campeonato Carioca, o Flamengo entrou em campo em 15 oportunidades até a conquista do 37ª troféu, o terceiro de forma consecutiva. Durante esse período, o time conseguiu apresentar os melhores números ofensivos do torneio, com 34 gols. 
 
Flamengo vive excelente fase sob o comando de Renato Gaúcho
foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo vive excelente fase sob o comando de Renato Gaúcho

Já na decisão da Supercopa do Brasil, que reuniu o campeão do Brasileirão e o da Copa do Brasil de 2020, o Flamengo levou a melhor sobre o Palmeiras. O confronto terminou empatado por 2 a 2 no tempo normal e foi resolvido nos pênaltis (6 a 5). 
 
Assim como o Atlético, o clube carioca iniciou a Copa do Brasil na terceira etapa da disputa. Apesar de ter feito apenas seis partidas, a equipe flamenguista apresentou números bem expressivos: 16 gols anotados e nenhum sofrido. 
 
O Flamengo também sobra na Copa Libertadores. Nas quartas de final, o time de Renato Portaluppi aplicou duas goleadas no Olimpia-PAR, por 4 a 1 e 5 a 1, respectivamente, e avançou com tranquilidade. No somatório das dez partidas na competição internacional, o setor ofensivo agiu em 28 oportunidades. 
 
No Brasileirão não é diferente. Apesar de ter dois jogos a menos que os adversários, o Rubro-Negro tem o melhor ataque do certame, com 35 gols. Em caso de vitórias nas duas partidas atrasadas, a equipe carioca poderá diminuir a diferença para o líder Galo em até dois pontos.  
 
Médias de gols
  • Total na temporada - 2,34 por jogo
  • Super Copa do Brasil - 2 por jogo
  • Campeonato Carioca - 2,26 por jogo
  • Copa do Brasil - 2,66 por jogo
  • Libertadores - 2,8 por jogo
  • Campeonato Brasileiro - 2,05 por jogo
 

Palmeiras

 
Terceiro clube dessa trinca de favoritos, o Palmeiras se destaca pelo bom esquema defensivo aliado ao ataque. Porém, caiu de rendimento nas últimas rodadas do Brasileiro, onde está na vice-liderança, com 35 pontos. Por sua vez, terá o Atlético pela frente nas semifinais da Libertadores. As equipes se enfrentam na próxima terça-feira (21), no Allianz Parque, pelo duelo de ida. A volta, no Mineirão, em BH, será no dia 28.

O Alviverde já amargou três vice-campeonatos neste ano. O clube perdeu as decisões da Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Campeonato Paulista para Defensa y Justiça, Flamengo e São Paulo, respectivamente. Na Copa do Brasil, também decepcionou ao ser eliminado nos pênaltis para o CRB ainda na terceira fase do torneio.
 
Palmeiras acumula três vice-campeonatos nesta temporada
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Palmeiras acumula três vice-campeonatos nesta temporada

Nesta temporada, o clube alviverde sofreu 49 gols e marcou outros 83, sendo: 21 no Paulista; três na Recopa; dois na Super Copa do Brasil; um na Copa do Brasil; 26 na Libertadores; e 30 no Brasileirão. A média de bolas na rede por partida foi de 1,66.
 
Com dez tentos, a artilharia palmeirense está dividida entre o meio-campista Raphael Veiga e o atacante Willian, que não conseguiu se firmar na equipe titular.
 
Médias de gols
  • Total na temporada - 1,66 por jogo
  • Super Copa do Brasil - 2 por jogo
  • Recopa Sul-Americana - 1,5 por jogo
  • Campeonato Paulista - 1,31 por jogo
  • Copa do Brasil - 1 por jogo
  • Libertadores - 2,6 por jogo
  • Campeonato Brasileiro - 1,57 por jogo
 

Ranking do melhor ataque do Brasil entre os favoritos


Geral
 
  • Flamengo - 115 gols em 49 jogos (média de 2,34 gols)
  • Atlético - 85 gols em 50 jogos (média de 1,7 gol)
  • Palmeiras - 83 gols em 50 jogos (média de 1,66 gol)

Nos estaduais
 
  • Flamengo (Carioca, campeão) - 34 gols em 15 jogos (média de 2,26 gols)
  • Atlético (Mineiro, campeão) - 27 gols em 15 jogos (média de 1,8 gol)
  • Palmeiras (Paulista, vice) - 21 gols em 16 jogos (média de 1,31 gol)

Na Copa do Brasil

  • Flamengo (semifinal) - 16 gols em 6 jogos (média de 2,66 gols)
  • Atlético (semifinal) - 10 gols em 6 jogos (média de 1,6 gol)
  • Palmeiras (eliminado na 3ª fase) - 2 gols em 2 jogos (média de 1 gol)

Na Libertadores
 
  • Flamengo (semifinal) - 28 gols em 10 jogos (média de 2,8 gols)
  • Palmeiras (semifinal) -  26 gols em 10 jogos (média de 2,6 gols) 
  • Atlético (semifinal) - 19 gols em 10 jogos (média de 1,9 gol)
 
No Brasileiro
 
  • Flamengo (3º colocado) - 35 gols em 17 jogos (média de 2,05 gols)
  • Palmeiras (2º colocado) - 30 gols em 19 jogos (média de 1,57 gol)
  • Atlético (1º colocado) - 29 gols em 19 jogos (média de 1,52 gol) 

Compartilhe