Cruzeiro pentacampeão

CRUZEIRO

Mano Menezes quebra jejum de títulos com penta celeste da Copa do Brasil

Treinador não conquistava títulos desde 2009, quando estava no Corinthians

postado em 28/09/2017 00:29 / atualizado em 28/09/2017 03:42

Alexandre Guzanshe/EM/DAPress
Com o pentacampeonato da Copa do Brasil comandando o Cruzeiro, depois de vitória nos pênaltis diante do Flamengo, por 5 a 3, em noite de recorde de público do ‘novo’ Mineirão (mais de 61 mil presentes), o técnico Mano Menezes teve um motivo a mais para comemorar. Ele quebrou um longo jejum de títulos, que durou nada menos que oito anos.



A última conquista oficial de Mano no Brasil foi a Copa do Brasil de 2009, quando estava no comando do Corinthians. O time paulista sagrou-se campeão ao superar o Internacional na decisão. Antes disso, ele vencera duas vezes o Brasileiro da Série B – com Grêmio (2005) e Corinthians (2008) -, duas edições do Campeonato Gaúcho, ambas com o Tricolor, e um Paulista, pelo Timão. 

O treinador celeste deixou o Corinthians para dirigir a Seleção Brasileira, em 2010, mas não ganhou títulos oficiais. Na decisão do ouro olímpico em Londres, ele levou a pior na decisão contra o México e levou a equipe verde-amarela à medalha de prata. Mano ganhou duas vezes o Superclássico das Américas, torneio amistoso, contra a Argentina, em 2011 e 2012, encerrando a passagem como técnico do Brasil.

Mano ainda passou pelo Flamengo, mas comandou o clube rubro-negro em apenas 22 jogos. Ele deixou o cargo alegando dificuldade para encaixar o trabalho. O treinador assumiu o Cruzeiro em 2015, ajudou a livrar a equipe estrelada do rebaixamento no Brasileiro daquele ano e se transferiu para o futebol chinês. Retornou ao Cruzeiro no fim de 2016 e foi recompensado com a conquista da Copa do Brasil de 2017. 

Ainda no gramado do Mineirão, depois da vitória dramática nos pênaltis sobre o Flamengo, o treinador elogiou o empenho do grupo em uma noite de superação. “Decisão não falta emoção nunca. Tiramos dois jogadores por causa de lesão muscular, e o grupo foi brilhante, os atletas se entregaram. Chegamos nas penalidades e fomos felizes. Havia prometido que voltaríamos a disputar (título), está aí a promessa cumprida”, declarou. 

Mano considera que o penta da Copa do Brasil foi o prêmio pelo excelente trabalho à frente do Cruzeiro. “É isso, a vida da gente é essa. Precisamos, de vez em quando, coroar o trabalho com título. Se não, as pessoas pensam que a gente está ficando velho demais”, frisou o comandante, em meio à festa de jogadores, diretoria e comissão técnica.

 
 

Tags: mano menezes treinador técnico taça títulos copadobrasil2017 jejum pentacampeonato cruzeiro copadobrasil