Cruzeiro pentacampeão

CRUZEIRO

Vice do Cruzeiro fala de cobrança por demissão de Mano e provoca Atlético: 'Agora, Minas Gerais conhece o verdadeiro 9 a 2'

Bruno Vicintin comemorou título da Copa do Brasil, conquistado meses antes de final de mandato de Gilvan de Pinho Tavares no clube celeste

postado em 28/09/2017 00:27 / atualizado em 28/09/2017 03:42

Jair Amaral/EM
Na comemoração do título da Copa do Brasil do Cruzeiro, muita festa e, é claro, provocações ao Atlético. Momentos depois da vitória nos pênaltis sobre o Flamengo, o vice-presidente de futebol celeste Bruno Vicintin ‘cutucou’ o rival local.

“Uma luta. Estou muito feliz. O recado que eu tenho é que o bem vence o mal. Agora, Minas Gerais conhece o verdadeiro 9 a 2: nove títulos do Cruzeiro e dois do rival”, disse.

O Cruzeiro conquistou cinco títulos da Copa do Brasil e quatro do Campeonato Brasileiro. O Atlético, por sua vez, venceu cada uma dessas competições em uma oportunidade. 

A provocação de Bruno Vicintin se refere à vitória por 9 a 2 do Atlético sobre o Palestra Itália, antigo nome do Cruzeiro, em novembro de 1927. Cruzeirenses brincam que o jogo, que completa 90 anos nesta temporada, nunca ocorreu.

Pressão

Além de provocar o Atlético, Bruno Vicintin comemorou - e muito - o pentacampeonato da Copa do Brasil. O dirigente, que deve deixar o cargo no final da temporada (após eleições no clube), relatou ter sofrido pressão para demitir o técnico Mano Menezes, que comandou a equipe durante a campanha vitoriosa.

“Acho que é a história de acreditar no trabalho. Tem trabalho honesto, sério. Sou muito cobrado para mandar o Mano embora, sou muito cobrado por contratações erradas. Tudo passou. Não é o momento de guardar nada no coração, é de comemorar que o Cruzeiro é pentacampeão, é um gigante, é o time do povo”, concluiu.

Tags: copadobrasil2017 cruzeiro cruzeiroec futnacional copadobrasil flamengorj