UAI

2

Atlético vence o Cruzeiro e é bicampeão do Campeonato Mineiro Feminino

Clubes escreveram um novo capítulo da histórica rivalidade com a decisão do Estadual; Galo confirma supremacia na modalidade

21/11/2021 13:01 / atualizado em 22/11/2021 09:35
compartilhe
Vingadoras venceram o Cruzeiro na decisão pelo segundo ano seguido
foto: Bruno Sousa / Atlético

Vingadoras venceram o Cruzeiro na decisão pelo segundo ano seguido



E o Galo!? O Atlético é bicampeão do Campeonato Mineiro Feminino. As Vingadoras venceram o Cruzeiro, por 1 a 0, na final disputada no Mineirão, na manhã deste domingo (21).  A torcida do Galo não pôde comparecer ao Gigante da Pampulha devido ao protocolo da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) de combate ao COVID-19. As normas vigentes não permitem visitantes nas partidas de futebol. Com isso, somente a torcida azul foi ao estádio. 



O único gol da partida saiu aos 19 minutos do primeiro tempo. A goleira Mary Camilo, do Cruzeiro, falhou ao soltar a bola após cobrança de falta da atleticana Aninha. Na confusão, Dayana empurrou para as redes. 

Em 2020, o título também ficou com o Atlético. O Galo saiu na frente, mas a Raposa buscou a virada. O Alvinegro não desistiu e, após gol mal anulado, empatou no último lance. As Vingadoras levaram o troféu nos pênaltis.

A alegria das bicampeãs 

A festa teve início assim que a árbitra Andreza Helena de Siqueira colocou fim à decisão depois de oito minutos de acréscimos. Ao som de “Vou Festejar”, clássico da cantora e compositora Beth Carvalho entoado pelos atleticanos há décadas, as Vingadoras eram só alegria. 

“Primeiramente, quero agradecer a Deus pela oportunidade de estar aqui no Galo. Nós trabalhamos muito duro para conseguir esse título. Nós fizemos por merecer. Então, estou muito feliz. É um time muito completo, uma família. Aqui é Galo! Vamos para frente”, disse a votante venezuelana Dayana, autora do gol do título.

A meio-campista Marta fez questão de lembrar todo o ano. “Eu que cheguei aqui em fevereiro, sei que fizemos uma pré-temporada forte. Fizemos um bom Brasileiro, pegamos o vice. E com esse grupo a gente mereceria demais pegar essa medalha de ouro (do Mineiro). E jogar aqui no Mineirão não tem preço. É uma grande estrutura”, destaca a vingadora.  

A técnica Lindsay Camila deu crédito ao elenco e à comissão do Atlético. “Essas meninas foram demais, a comissão também. Acredito que seja o primeiro passo para aquilo que a gente quer ser: grande. O Galo masculino é grande. O Galo feminino quer ser grande também”, frisa a treinadora interrompida algumas vezes pelos gritos das jogadoras de "E o Galo? O Galo ganhou!"

Campanhas 

Cruzeiro e Atlético fizeram boas campanhas ao longo do campeonato. Na primeira fase, a equipe azul venceu quatro jogos e perdeu um alcançando 12 pontos. As Cabulosas chegaram à final após vencer o Ipatinga na semifinal por 2 a 0, fora de casa, e 1 a 0, no jogo de volta. 

Já o Atlético terminou a fase de grupos na terceira colocação. Foram três vitórias, um empate e uma derrota, somando 10 pontos. As Vingadoras eliminaram o América após duas vitórias (3 a 0 e 1 a 0) na semifinal. 

Cruzeiro x Atlético: fotos da final do Campeonato Mineiro Feminino



FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 x 1  ATLÉTICO

CRUZEIRO
Mary Camilo, Lucero, Pires, Rebeca Prado, Tahalita S.; Capelinha, Carol (Janaina), Duda e Mayara Vaz (Eskerdinha); Marília e Vanessinha. 

Técnico: Rodrigo Campos 

ATLÉTICO
Amanda, Sofia Sena, Cotrim, Hilary e Leila (Jaqueline); Marta, Dayana (Flávia Gil), Aninha (Vanessa) e Iara (Isabella); Soraya e Cinthia. 

Técnica: Lindsay Camila 

Árbitro: Andreza Helena de Siqueira

Auxiliares: Fernanda Nandrea Gomes Antunes
e Helen Aparecida Gonçalves Silva Araújo

Motivo: final do Campeonato Mineiro Feminino 2021

Local: Mineirão, em Belo Horizonte 

Data e hora: domingo (21), às 11h

Gols: Dayana, aos 19' do 1ºT (ATL)

Cartões amarelos: Hilary e Cinthia (ATL)

Público: 3.212 pagantes

Renda: R$ 26.430


Compartilhe