UAI

2

Brasileiro Feminino: Atlético bate o Cruzeiro no primeiro clássico na elite

Vingadoras ganham das Cabulosas por 2 a 1, nesta segunda-feira, e conquistam primeiro triunfo no campeonato

04/04/2022 22:56 / atualizado em 04/04/2022 23:17
compartilhe
Karol Arcanjo abriu o placar na vitória das Vingadoras no pirmeiro clássico na elite nacional
foto: Cristiane Mattos/Staff Images Woman/CBF

Karol Arcanjo abriu o placar na vitória das Vingadoras no pirmeiro clássico na elite nacional


O Atlético levou a melhor no primeiro clássico contra o Cruzeiro na elite do futebol feminino. Nesta segunda-feira, no encerramento da quinta rodada do Brasileirão A1, o Galo bateu a Raposa por 2 a 1, no Estádio das Alterosas, no Sesc Venda Nova. Todos os gols saíram na etapa inicial: Karol Arcanjo e Soraya (de pênalti) marcaram para as Vingadoras, enquanto Isa Fernandez descontou. 

O clássico histórico representou para o Atlético a primeira vitória na Primeira Divisão do Brasileiro. As Vingadoras, que vinham de três empates e uma derrota, chegaram aos seis pontos e deram um salto na classificação, deixando a zona de rebaixamento para assumir a nona posição. 

O Cruzeiro, ao contrário, não só se manteve na zona da degola, como ocupa a vice-lanterna. As Cabulosas ainda não venceram na competição e continuaram com dois pontos, conquistados em dois empates, ambos sem gols, contra Grêmio e Avaí Kindermann. O time celeste foi derrotado três vezes - perdeu para Corinthains (1 a 0) e Palmeiras (4 a 2), além do revés no clássico.

Na sequência, pela sexta rodada do Brasileirão Feminino, o Cruzeiro volta a campo em 16 de abril, sábado, quando visitará o Flamengo, às 21h30, no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. O Atlético terá pela frente o Internacional, no dia 18, segunda-feira, às 20h, no Estádio das Alterosas, no Sesc Venda Nova. 

 

O JOGO


O clássico mineiro foi muito movimentado, com as equipes sempre em busca do ataque. O Atlético foi mais efetivo no primeiro tempo, enquanto o Cruzeiro errou muito, especialmente na construção das jogadas, mesmo com mais posse de bola. As Vingadoras, objetivas, abriram o placar com a zagueira Karol Arcanjo, aos 8min. Ela desviou para as redes após toque de cabeça de Cotrim, em cobrança de escanteio: 1 a 0. 

O Atlético tinha a marcação o ponto forte, com poucos espaços para o arquirrival. E o segundo gol veio em contra-ataque. Iara foi derrubada na área por Rafa Andrade, e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, aos 38, Soraya bateu no canto esquerdo e ampliou:2 a 0. O Cruzeiro ganhou alento com gol no fim. Aos 44min, a goleira Raíssa saiu mal, a bola sobrou para Isabela Queiroz, que mandou para as redes: 2 a 1.

Soraya comemora o gol de pênalti: primeiro dérbi mineiro na elite terminou com triunfo alvinegro
foto: Bruno Souza/Atlético

Soraya comemora o gol de pênalti: primeiro dérbi mineiro na elite terminou com triunfo alvinegro



O segundo tempo continuou em ritmo intenso, até que o Atlético deu sinais de cansaço e já não conseguia manter a marcação forte no campo do rival. O Cruzeiro foi para cima, mas deu brechas para o contragolpe. As equipes tiveram oportunidades, mas o gol não saiu e o placar terminou mesmo com triunfo alvinegro. 

Na saída para o gramado, o sentimento das Cabulosas era de frustração. "A gente falhou em algumas bolas. Trabalhamos a semana toda para não errar, a gente analisou o time do Atlético, e elas fizeram o gol em nossa falha. Erramos no último passe, agora precisamos continuar trabalhando", declarou a volante Robinha. 

Do lado atleticano, festa e com direito a provocações ao rival, como disse a zagueira Karol Arcanjo: "Não tem jeito, em Minas quem manda é o Galo", bradou. Já a atacante Nath Fabem, que entrou na etapa final, considera que o resultado dará mais confiança. "Graças a Deus, veio a nossa primeira vitória e foi importante por ter sido sobre o nosso maior rival, o Cruzeiro. Então, acho que essa primeira vitória vai nos ajudar muito mais para frente", projetou. 

CRUZEIRO 1 x 2 ATLÉTICO

CRUZEIRO
Rubi; Gabi, Angela Clavijo (Joice) e Nine; Isabela Queiroz (Marília), Robinha, Mariana (Carol) e Rafa Andrade (Thalita); Karen (Anna Luiza), Vanessinha e Mariana Santos
Técnico: Felipe Freitas

ATLÉTICO
Raíssa; Leidi, Karol Arcanjo, Bruna Cotrim e Bárbara Santos; Karol Bermúdez, Rafa Barros (Dayana), Luciana Gómez (Nath Fabem) e Katielle (Jayanne); Iara (Marta Edyth) e Soraya (Ysela Cuesta)
Técnica: Lindsay Camila 

Compartilhe