UAI

2

Corinthians bate o Atlético-GO e reassume a liderança do Brasileirão

Equipe paulista contou com gol de Mantuan para bater o rival goiano e sair com a vitória fora de casa

04/06/2022 22:47 / atualizado em 05/06/2022 08:26
compartilhe
Corinthians bateu o Atlético-GO com gol de Mantuan, em duelo válido pela 9ª rodada do Brasileirão
foto: Divulgação/Corinthians

Corinthians bateu o Atlético-GO com gol de Mantuan, em duelo válido pela 9ª rodada do Brasileirão

O Corinthians está de volta à liderança do Campeonato Brasileiro. Depois de cinco empates seguidos, sendo três pelo Nacional e dois pela Copa Libertadores, o Timão derrotou o Atlético-GO por 1 a 0, neste sábado, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela nona rodada.

Agora com 18 pontos, o Corinthians está isolado na primeira colocação. Tem três a mais que Palmeiras e Atlético-MG, que se enfrentam neste domingo, às 16 horas, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Para terminar a rodada na ponta, o dia seguinte da vitória em Goiânia será de torcida por um empate, já que quem vencer ficará na frente do Timão no saldo de gols.

Já o Atlético-GO segue na zona de rebaixamento. Tem apenas sete pontos e ocupa a 19ª e penúltima colocação, somente à frente do lanterna Fortaleza, que tem dois. O primeiro fora da degola é o Goiás, que ainda joga nesta rodada, com nove.

Pela 10ª rodada, no meio de semana, o Corinthians terá pela frente mais uma viagem. Encara o Cuiabá, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena Pantanal, em Cuiabá. O Atlético-GO segue em casa, na quarta, às 20h30, para enfrentar o Avaí.

O jogo - Com uma formação tradicional, no esquema 4-3-3, mas com Mantuan como lateral direito, o Corinthians começou bem a partida e, fora um chute cruzado de Churín, dominou as ações até os 10 minutos. Não criou chances reais, mas ficou mais tempo com a bola e não deixou o rival ter espaço para armar suas jogadas ofensivas.

No entanto, falhas individuais e de posicionamento, principalmente de Mantuan no lado direito, mudaram o panorama a partir dos 10 minutos. O Atlético-GO tomou para si a iniciativa e logo passou a pressionar o Corinthians. Aos 14, o clube goiano até marcou seu gol, mas por centímetros a posição de impedimento de Jorginho, que cabeceou livre na área, foi marcada pelo VAR.

Nem mesmo esse susto acordou o Corinthians, que seguiu dando espaços para o Atlético-GO atacar, principalmente pelas pontas. O time paulista só reagiu quando conseguiu ter calma para colocar a bola no chão e fazê-la rodar.

Aos 32 minutos veio a prova que isso era o caminho certo. Em sua primeira finalização no gol, após boa jogada de Du Queiroz pelo meio, Lucas Piton ficou com a bola na esquerda e cruzou na cabeça de Gustavo Mantuan, que cabeceou no canto direito do goleiro Ronaldo, que nem se mexeu e viu o Corinthians abrir o placar.

A reta final do primeiro tempo foi novamente de pressão do Atlético-GO, agora de forma mais desorganizada, mas Cássio e a defesa corintiana seguraram a vantagem.

Para a segunda etapa, Vítor Pereira manteve a mesma formação e esquema de jogo para dificultar as coisas para o rival. A estratégia deu certo até quando o fôlego de quem estava em campo aguentou.

A partir dos 20 minutos, o treinador português tirou Renato Augusto e Lucas Piton, bem cansados, e preferiu se resguardar na defesa. Deu campo para o Atlético-GO, que foi todo para o ataque, e esperou alguma chance para matar o jogo em um contra-ataque.

Alguns sustos foram tomados, como em uma cabeçada de Lucas Lima, aos 44 minutos, que passou raspando a trave esquerda de Cássio, e o contra-ataque fatal não veio, mas a vitória foi obtida.

ATLÉTICO-GO 0 x 1 CORINTHIANS

Atlético-GO
Ronaldo; Edson Fernando (Lucas Lima), Edson Felipe, Ramon e Jefferson (Arthur Henrique); Gabriel Baralhas (Shaylon), Marlon Freitas e Jorginho; Airton (Léo Pereira), Wellington Rato e Churín (Luiz Fernando)
Técnico: Jorginho

Corinthians
Cássio; Gustavo Mantuan (Xavier), Gil, Robson Bambu e Fábio Santos; Du Queiroz, Giuliano, Renato Augusto (Cantillo) e Lucas Piton (Bruno Melo); Adson (João Pedro) e Róger Guedes (Felipe)
Técnico: Vítor Pereira

Gol: Gustavo Mantuan, aos 32min do 1º tempo (Corinthians)
Cartões amarelos: Edson Fernando, Léo Pereira e Jorginho (Atlético-GO); Xavier, Róger Guedes e Fábio Santos (Corinthians)

Renda: R$ 503.005,00
Público: 12.089 torcedores

Local: Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data: 04 de junho de 2022 (sábado)
Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa-RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Luiz Claudio Regazone (ambos do RJ)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Compartilhe