Flamengo

SÉRIE A

Flamengo sofre em casa, mas vence Coritiba com gol de pênalti nos acréscimos

Com resultado, time rubro-negro dorme na terceira colocação do Brasileiro

postado em 22/07/2017 21:24 / atualizado em 22/07/2017 22:31

 

Divulgação/Flamengo
O Flamengo recebeu o Coritiba, na noite deste sábado, na Ilha do Urubu, e se reencontrou com a vitória no Campeonato Brasileiro. Com gols de Berrío no início do primeiro tempo, e Everton Ribeiro, de pênalti, aos 46 da etapa final, os cariocas venceram por 2 a 1. Henrique Almeida descontou para o Coxa no segundo tempo.

Com o resultado, o Fla dorme na terceira colocação da competição nacional, com 28 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Santos neste domingo, quando o Peixe recebe o Bahia no Pacaembu. Já o Coritiba foi ultrapassado pela Chapecoense, que venceu o Vitória mais cedo, e ocupa a 14ª colocação com 19 pontos em 16 rodadas.

 


No meio de semana, o Flamengo vira a chave e decide a classificação para as semifinais da Copa do Brasil na quarta-feira, diante do Santos, na Vila Belmiro. No Brasileiro, os comandados de Zé Ricardo voltam a jogar, no domingo, contra o líder Corinthians, em Itaquera. O Coritiba terá a semana de folga e recebe o Atlético-MG, no domingo, no Couto Pereira.


O Jogo


Estreando seu terceiro uniforme amarelo com detalhes azuis, o Flamengo iniciou o jogo em cima do Coritiba. Após três rodadas sem vencer, duas delas jogando em casa, o Rubro-Negro entrou em campo com a obrigação de se reabilitar diante de sua torcida.


Com três minutos de bola rolando, em jogada pela esquerda, Geuvânio serviu Trauco, que levantou na área. A bola foi direto em direção ao gol, resvalou no travessão e saiu pela linha de fundo.


Aos seis, nova jogada pela esquerda. Geuvânio enfiou em profundidade para a entrada de Everton Ribeiro, que veio correndo em diagonal. O meia acelerou , levantou a cabeça, viu Berrío correndo pelo meio, e lançou na medida. O colombiano recebeu na meia-lua, ajeitou e tocou no canto direito na saída de Wilson: 1 a 0.


O Coritiba tinha dificuldades de armar suas jogadas ofensivas, mas assustou numa falha de Pará, aos 12. O lateral parou para reclamar que a bola havia saído pelo lado do campo, mas a jogada continuou. Tomas Bastos foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Rildo tentou de carrinho mas Rafael Vaz cortou. No rebote, Galdezani tentou o chute, contudo a bola bateu em Willian Arão.


O jogo só voltou a esquentar quase aos trinta e os comandados de Zé Ricardo pressionaram em busca do segundo gol. Aos 28, Guerrero recebeu na entrada da área pela direita e arriscou o chute de longe, mas a bola subiu muito. No minuto seguinte, Geuvânio, em toque de trivela, lançou Everton Ribeiro por cima da zaga. O meia entrou na área e chutou cruzado, obrigando Wilson a se esticar para salvar a meta do Coxa com a ponta dos dedos.


Aos 30, quase um gol olímpico na cobrança de um escanteio pela direita por Geuvânio. A bola fez uma curva e passou por Wilson, mas saiu pela linha de fundo do outro lado.


O jogo esfriou no final do primeiro tempo, mas começou com ritmo acelerado na segunda etapa. Com menos de um minuto, o Coritiba chegou ao empate. Tomas Bastos avançou pela esquerda e, da intermediária, enfiou em profundidade para Henrique Almeida, que corria em direção à área entre Juan e Rafael Vaz. Os zagueiros do Fla não cortaram o lance e o atacante do Coxa tocou para o fundo das redes.


O Flamengo ficou mordido e tentou responder em seguida. Aos três, Everton Ribeiro cobrou falta da intermediária e levantou na pequena área. Rafael Vaz entrou de carrinho, mas a bola foi em cima de Wilson. No minuto seguinte, Rafael Vaz avançou pela direita e cruzou rasteiro. A bola passou por tráz da zaga e Guerrero se atirou para tocar para as redes com a ponta dos pés, mas o impedimento foi assinalado e o gol não valeu.


O Coxa respondeu aos cinco. Falta cobrada por Tomas Bastos da intermediária, a bola pingou na área e quase pegou o goleiro Thiago de surpresa. O jovem arqueiro tirou no susto e a defesa afastou. Aos 12, foi a vez de Neto Berola fazer fila, entrar na área pela direita e cruzar, mas Juan cortou e impediu que a bola chegasse em dois jogadores do Coritiba que estavam livres do outro lado da área.


Vendo sua equipe em dificuldades, Zé Ricardo começou a mexer no time. O primeiro a sair foi Berrío para a entrada da joia Vinícius Júnior. Apesar do maior volume de jogo, o Rubro-Negro não tinha a mesma organização do primeiro tempo, e se mostrava exposto aos contra-ataques do Coritiba. Aos 25, o gol quase saiu. Pará cobrou falta na área e Juan subiu mais que todo mundo e acertou o travessão.


A pressão do Fla foi aumentando, mesmo que de forma desorganizada. Aos 37, outra boa chance de desempatar a partida. Vinícius Júnior recebeu na direita e cruzou no segundo pau para Felipe Vizeu, que tentou de cabeça, mas não alcançou. Dois minutos depois foi Rômulo que perdeu grande oportunidade, ao receber livre na área e bater em cima do goleiro Wilson.

Com o relógio marcando 45 do segundo tempo e o empate iminente, Vinícius Júnior recebeu na área, fez o giro em cima do zagueiro Márcio e foi derrubado. Pênalti indiscutível. Everton Ribeiro chamou a responsabilidade, cobrou com categoria e decretou a vitória Rubro-Negra na Ilha do Urubu.


FLAMENGO 2 X 1 CORITIBA


FLAMENGO

Thiago, Pará, Juan, Rafael Vaz e Miguel Trauco; Romulo (Lucas Paquetá), Willian Arão e Everton Ribeiro; Berrío (Vinicius Junior), Paolo Guerrero e Geuvânio (Felipe Vizeu)
Técnico: Zé Ricardo


CORITIBA

Wilson, Léo, Márcio, Luizão e William Matheus; Jonas, Alan Santos (Neto Berola), Matheus Galdezani e Tomas Bastos; Rildo (Filigrana) e Henrique Almeida (Alecsandro)

Técnico: Robson Gomes

Gols:
FLAMENGO: Berrío, aos 6 min do 1º tempo. Everton Ribeiro, aos 46 min do 2º tempo. CORITIBA: Henrique Almeida, a 1 min do 2º tempo
Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 22 de julho de 2017 (Sábado)

Renda: R$ 732.657,00

Público: 13.014 (11.722 pagantes)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Neuza Ines Back (Fifa-SC)

Cartões Amarelos: Willian Arão (Fla); Luizão, Tomas Bastos, Wilson, William Matheus, Rildo, Alecsandro (Coxa)

Tags: flamengo seriea futnacional coritibapr