Flamengo

CAMPEONATO BRASILEIRO

Flamengo recebe o Corinthians mirando sua 2ª melhor campanha nos pontos corridos

Se vencer, time carioca atinge marca conquistada em 2016

postado em 03/11/2019 08:50 / atualizado em 03/11/2019 08:54

<i>(Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)</i>
A nove rodadas do fim do Campeonato Brasileiro e na liderança com folga, o Flamengo está a uma vitória de igualar sua segunda melhor campanha na história dos pontos corridos. Se vencer o Corinthians na partida deste domingo, às 16 horas, no Maracanã, válida pela 30.ª rodada, a equipe carioca vai atingir a marca de 2016.

Naquele ano, o clube da Gávea ficou apenas em terceiro, com 71 pontos, mas chegou a disputar o título com o Palmeiras, que acabaria campeão e hoje é o atual segundo colocado. A melhor trajetória rubro-negra desde 2006, quando a competição já era por pontos corridos e passou a ser disputada entre 20 equipes, aconteceu no ano passado, quando o time alcançou os 72 pontos.

Curiosamente, no ano único ano do período em que foi campeão, em 2009, o Flamengo garantiu o troféu com apenas 67 pontos, marca atingida já na 28.ª rodada desta temporada, quando bateu o CSA por 1 a 0.

Agora com 68 pontos, o Flamengo teve de amargar seu primeiro empate em sete partidas - ficou no 2 a 2 com o Goiás na última quinta-feira após estar vencendo por 2 a 0, no Serra Dourada - , o segundo em 16 jogos, dos quais triunfou em 14.

É neste cenário que o técnico Jorge Jesus agora vive o dilema de descansar ou não jogadores para a sequência que culminará na final da Copa Libertadores, no próximo dia 23, em Santiago, contra o River Plate.

Dois de seus 11 titulares absolutos devem poupar o comandante de qualquer dúvida neste domingo. Um deles é o goleiro Diego Alves, que, ainda sentindo uma entorse no joelho que o tirou do compromisso em Goiânia, voltou a ficar de fora dos treinamentos na última sexta-feira. Quem deveria ocupar sua vaga era César, mas como foi expulso na última partida, o substituto deve ser o jovem Gabriel Batista, que chegou a atuar nos minutos finais do empate com os goianos.

O outro ausente - este, sim, confirmado - é Gabriel. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo na partida passada. Para seu lugar, as opções são Vitinho e Reinier. Ao entrar no time, qualquer um dos dois fará com que Bruno Henrique seja deslocado para o comando de ataque.

Duas alterações em relação à última rodada devem acontecer com as voltas de outros dois atletas incontestáveis no time: Rafinha, na lateral direita, e Gerson no meio-campo. Com isso, Rodinei e Piris da Motta voltam ao banco de reservas.

Em meio ao maior jejum de vitórias dos últimos seis anos, o Corinthians visita o Flamengo, time sensação da temporada, líder do Campeonato Brasileiro e finalista da Copa Libertadores. A série de sete jogos sem vencer, a pior desde 2013, tornou a semana da equipe alvinegra bastante conturbada. O dia seguinte à derrota para o CSA deixou o técnico Fábio Carille na corda bamba, com direito a protesto dos torcedores e necessidade de policiamento na entrada do CT Joaquim Grava. 

<i>(Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)</i>
O treinador decidiu permanecer no clube, não vai desistir de tentar contornar a crise e acredita na recuperação da equipe. Carille fez mea-culpa pelas fracas apresentações, mas falou que o elenco se acomodou na reta final da temporada e admitiu ter sentido vergonha da última apresentação, a da derrota em Alagoas.

O problema é que o discurso não adianta de nada se os resultados não começarem a aparecer no campo. O presidente Andrés Sanchez avisou que Carille tem contrato até o final de 2020 e o clube não cogita demiti-lo. Na prática, um novo tropeço, mesmo para o líder, afastará ainda mais a equipe de uma vaga na Libertadores da próxima temporada. Ficar fora do torneio continental significa diminuir as receitas e tornar mais difícil ainda as contratações em 2020. 

A Conmebol pagou cerca de R$ 600 milhões aos clubes participantes do torneio deste ano. Somente o campeão embolsará cerca de R$ 48 milhões. Isso sem contar dinheiro que entra a mais com direitos de TV e a bilheteria com jogos - o Flamengo teve renda de pouco mais de R$ 8 milhões contra o Grêmio na semifinal da Libertadores no Maracanã.

"O presidente já deixou claro. Se a vaga não vier, muda tudo: direção, atletas, comissão e tudo mais. Questão de motivação, essa pressão que vem acontecendo é natural, de torcida, presidente, tudo que está acontecendo. A gente tem que se mexer para alcançar nossos objetivos", disse Carille.

O Corinthians tem déficit anual de cerca de R$ 100 milhões. Disputar a Libertadores aumenta a possibilidade de o clube tentar trazer reforços de nome para a equipe no ano que vem. Na atual temporada, a equipe disputou a Copa Sul-Americana e teve de apostar em contratações que durante o ano que mostraram-se pouco eficazes: casos de Everaldo, Boselli, Ramiro, além de Danilo Avelar, comprado em definitivo à Fiorentina.

Tags: futebol Brasileirão Flamengo flamengorj corinthianssp seriea nacional