Flamengo

FLAMENGO

Flamengo terá muitas mudanças contra o Bragantino, mas ainda avaliará convocados

Confirmação de que o time passará por mudanças significativas veio do técnico Domènec Torrent

postado em 14/10/2020 14:37

(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo que vai enfrentar o Red Bull Bragantino, quinta-feira, no Maracanã, será bem diferente do que derrotou o Goiás por 2 a 1, na noite de terça, no mesmo estádio, em jogo que havia sido adiado da 12ª rodada. A confirmação de que o time passará por mudanças significativas veio do técnico Domènec Torrent. Ele explicou que a decisão é inevitável por causa do tempo reduzido entre as partidas e da maratona de jogos que a equipe vem enfrentando.

"É normal quando você joga muitos jogos em 15, 12 dias... Agora, vamos jogar em 48 horas. Os atletas vão estar mais cansados e com problemas musculares em 48 horas. Quando são muitos jogos, é muito difícil que todos rendam 100%. São competições importantes e temos que seguir trabalhando", disse.

Uma possibilidade para Domènec não escalar uma equipe muito enfraquecida é recorrer aos jogadores que estavam nas seleções nacionais para compromissos das Eliminatórias Sul-Americanas, casos de Everton Ribeiro, Rodrigo Caio e Isla. O treinador, porém, diz ser cedo para definir a utilização do trio.

"Não sei o que vai acontecer com os jogadores das seleções. Se vão jogar, se vão voltar cansados... Tenho que perguntar para eles. A intenção para o próximo jogo é mudar bastante. Amanhã [quarta-feira] vamos perguntar como se sentem, se estão cansados, com problemas musculares. Temos muitas informações com o departamento médico, que me fala se há risco de lesão. Tentaremos fazer o melhor time para o próximo jogo", afirmou.

Ao vencer o Goiás, o Flamengo igualou a pontuação do líder Atlético Mineiro, ambos com 30 pontos, mas atrás nos critérios de desempate e com um jogo a mais. Domènec, porém, evitou traçar metas para o time brigar pelo título nacional. "Temos que pensar jogo a jogo. Com essa loucura do calendário pela pandemia, temos que analisar. Tivemos problemas de covid, jogadores na seleção.. Estamos mais unidos do que nunca", comentou.

Mas o treinador fez questão de destacar o espírito de luta do time, que definiu a sua vitória no lance final, com mais um gol de Pedro, que fez dois na partida e chegou aos oito no Brasileirão. "O espírito do Flamengo voltou. Jogamos com a cara do Flamengo, lutamos até o último segundo", festejou o treinador, que indicou a possibilidade de escalar o artilheiro ao lado de Gabriel, lesionado nesse momento, no futuro.

"Podem jogar. Por que não? todos sabem que o Pedro está maravilhoso. Gabigol, lamentavelmente, se machucou. Vai ter que mostrar que merece jogar. O Pedro está merecendo. Podemos jogar com os dois? Claro que sim, são importantes. O Pedro não pode jogar todas, o Gabi não pode jogar todas... Algumas vezes, vamos jogar com um atacante, outras com dois. Temos de desfrutar o momento do Pedro. Se você me pergunta o que vai acontecer, eu não sei", concluiu.

Tags: futnacional flamengorj