UAI


Bruno Henrique volta a brilhar e leva o Flamengo à final da Libertadores

Atacante foi decisivo nas duas vitóras sobre o Barcelona nas semifinais

30/09/2021 00:38 / atualizado em 30/09/2021 01:05
compartilhe
Bruno Henrique festeja mais uma noite especial pelo Flamengo: algoz do Barcelona nos dos jogos
foto: Santiago Arcos/AFP

Bruno Henrique festeja mais uma noite especial pelo Flamengo: algoz do Barcelona nos dos jogos


Decisivo e implacável, Bruno Henrique marcou os dois gols do Flamengo na vitória sobre o Barcelona, por 2 a 0, nesta quarta-feira à noite, em Guayaquil. Ele foi eleito o melhor em campo, como já tinha sido no Maracanã com os dois gols marcados também lá. No placar agregado, quatro gols de BH e vaga do time carioca na final contra o Palmeiras, que eliminou o Atlético. Para o herói da noite, o que valeu foi mesmo a seriedade com que o time encarou o adversário.



"A gente sabia que o jogo seria difícil. O Renato (Gaúcho) nos disse que se a gente tivesse focado iria vencer. Deu certo. Colocamos a bola no chão, fizemos os gols e garantimos a vaga. A equipe toda está de parabéns", disse ao final do jogo, na beira do campo.

Mas o atacante ressaltou que o Flamengo ainda está nas disputas por duas outras competições: a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. "Nós temos um grande grupo, onde quem entra dá conta do recado. Temos que agora disputar outros campeonatos e buscar sempre a vitória."

Depois ele fez uma auto análise, se considerando um iluminado. "Não é qualquer um que veste a camisa do Flamengo. Vestir esta camisa é para poucos. Eu sou um deles."

O artilheiro já vislumbra uma grande final contra o Palmeiras, em decisão única marcada para o dia 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai.

"Vai ser uma grande final, com dois clubes brasileiros. São mesmo as melhores equipes e acho que a final vai ser bom para todo mundo", concluiu o atacante, que desde 2019 defende o Flamengo, pelo qual marcou 73 gols, 15 deles na Libertadores.



Fato estranho aconteceu no intervalo, quando Gabriel Barbosa foi até o quarto árbitro e pediu para constar na súmula que ele passou todo o primeiro tempo sendo perseguido e xingado pelo árbitro chileno Roberto Tobar. O caso deve ser acompanhado pela direção de futebol do clube.

Mais uma vez o Flamengo viu seus números positivos aflorarem. O time igualou o recorde do Sporting Cristal, do Peru, com 17 jogos invicto na Copa Libertadores. A sua última derrota foi em 2020, quando perdeu por 5 a 0 para o Independiente Del Valle, no Equador.

Desde a conquista da Libertadores, o Flamengo já marcou 401 gols, com 97 de Gabriel, 73 de Bruno Henrique, 39 de Arrascaeta, 37 de Pedro e 24 de Vitinho.

Campeão em 1981 sobre o Cobreloa, do Chile, e em 2019 sobre o River Plate, da Argentina, o Flamengo agora vai atrás de seu terceiro título da Libertadores.

Compartilhe