UAI

2

Já no Rio, Fábio destaca importância de Abel e Fred para seu acerto com Flu

Goleiro trabalhou com técnico e atacante em 2019, quando Cruzeiro foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro

19/01/2022 14:19
compartilhe
Fábio e Fred trabalharam juntos no Cruzeiro em 2005, 2018 e 2019
foto: Marcos Vieira/EM/D.A. Press

Fábio e Fred trabalharam juntos no Cruzeiro em 2005, 2018 e 2019

Jogador com maior número de jogos na história do Cruzeiro, o goleiro Fábio acertou sua transferência para o Fluminense. Já no Rio de Janeiro, onde realizará exames médicos, o camisa 1 concedeu entrevista e destacou a importância do técnico Abel Braga e do atacante Fred para seu acerto com o Tricolor. 

"Sempre importantes (Fred e Abel Braga). O Abel a gente teve oportunidade de trabalhar recentemente, em 2019, o Fred também, ficamos um período muito bom lá no Cruzeiro. Eu já tinha trabalhado com o Fred na minha chegada ao Cruzeiro, ele já estava lá em 2005. Tenho vários amigos aqui, com certeza vou fazer outros grandes amigos também. Vai dar tudo certo", disse.

Na temporada 2019, quando Fábio trabalhou ao lado do técnico Abel Braga e do atacante Fred, o Cruzeiro acabou rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Desta vez, agora pelo Fluminense, o goleiro espera que a história seja diferente. 

"Grato a Deus pela grande oportunidade no Fluminense. Vamos fazer os exames aí, que corra tudo bem e dar sequência para ajudar os companheiros nesta grande temporada que todo torcedor Tricolor espera. Que seja uma temporada abençoada, de vitórias e conquistas", projetou.

"Estou sempre pensando em ajudar. Trabalhar no dia a dia, me dedicar como eu sempre me dediquei na minha carreira. Por isso fiquei esse período todo no Cruzeiro. Agradeço por essa grande oportunidade de vestir a camisa tricolor. Espero que corra tudo bem nos exames. Espero ajudar também, dar a minha contribuição e estar pronto, se precisar. Estou sempre à disposição", complementou.

Libertadores


Depois de dois anos na Série B com o Cruzeiro, Fábio terá a oportunidade de voltar a disputar a Copa Libertadores. O Fluminense está na segunda fase do torneio. O primeiro jogo pela competição será contra o Millonarios, da Colômbia, em 22 de fevereiro, às 21h30, no El Campín, em Bogotá. 

"É uma grande competição. Tive oportunidade de disputar várias edições. É um campeonato que a gente precisa estar 100% em todos os aspectos, indo com tudo nessa fase de pré-Libertadores para conseguir nossa vaga. E aí sim caminhar dentro da competição, com crescimento, que isso que nos fazer ter êxito", avaliou o camisa 1.

Momentos marcantes de Fábio no Cruzeiro


Saída do Cruzeiro


Fábio deixou o Cruzeiro neste mês, após 17 anos vestindo a camisa celeste, por decisão da Sociedade Anônima do Futebol (SAF), capitaneada pelo ex-atacante Ronaldo. Em carta aberta, ele fez duras críticas aos novos gestores da Raposa, que ofereceram um contrato de apenas três meses. 

O Cruzeiro, por sua vez, em comunicado divulgado nas redes sociais, informou que a proposta feita ao goleiro já considerava um "importante sacrifício econômico" e que "respeitava sua relevância e admirável história de 18 anos no clube".

O ídolo celeste iniciou sua trajetória na Toca da Raposa II há mais de 20 anos, no primeiro semestre de 2000, quando jogou como titular na vitória sobre o Universal-RJ por 2 a 0, em 4 de março, no Mineirão. 

Três meses depois, em 9 de julho, era reserva de André no time que bateu o São Paulo de virada, por 2 a 1, também no Gigante da Pampulha, e faturou o tri da Copa do Brasil. No segundo semestre de 2000, Fábio acertou com o Vasco e integrou o grupo campeão brasileiro como suplente de Helton. 

Quatro anos e meio depois, em janeiro de 2005, retornou ao Cruzeiro. O camisa 1 ganhou mais duas Copas do Brasil (2017 e 2018), dois Brasileiros (2013 e 2014), sete Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019) e inúmeros prêmios individuais, como o de melhor goleiro da Série A em 2010 e 2013.

Compartilhe