UAI

2

Fluminense abre 2 a 0, tem um jogador expulso e leva virada do Coritiba

Tricolor carioca não conseguiu segurar a vantagem após expulsão de André em duelo no Couto Pereira

01/05/2022 18:43 / atualizado em 01/05/2022 18:54
compartilhe
Coritiba saiu atrás no placar, levou 2 a 0, mas conseguiu a virada sobre o Fluminense no Couto Pereira
foto: Felipe Dalke/Coritiba

Coritiba saiu atrás no placar, levou 2 a 0, mas conseguiu a virada sobre o Fluminense no Couto Pereira

O Fluminense viu a sorte virar em questão de minutos. Após abrir 2 a 0 no primeiro tempo, André fez pênalti e foi expulso no começo da etapa final. O Coritiba voltou para o jogo e depois buscou a virada no fim. Com isso, o time do Paraná venceu por 3 a 2 neste domingo, no Couto Pereira, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a saída de Abel Braga, Marcão comandou o Fluminense contra o Coritiba. A estratégia do primeiro tempo deu certo, mas, na etapa final, tudo ruiu. O interino, porém, voltará ao posto de auxiliar com a chegada de Fernando Diniz.

O Fluminense continua com quatro pontos e ocupa a 14ª colocação do Campeonato Brasileiro, enquanto o Coritiba pulou para sete pontos e está em quinto.

O próximo compromisso do Fluminense é pela Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, o Tricolor Carioca recebe o Junior Barranquilla, da Colômbia, no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília). O Flu está na terceira colocação do Grupo H, a três pontos do rival colombiano.

Já o pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense volta a campo no domingo, para enfrentar o Palmeiras, no Allianz Parque, às 16h (de Brasília). O Coritiba, por sua vez, visita o Avaí, na segunda-feira, dia 9.

O jogo - Marcão fez mudanças no Fluminense. Ele abandonou o esquema com três zagueiros, habitual com Abelão, e apostou no 4-4-2, com Luiz Henrique formando dupla com Cano.

O Coritiba tomou a iniciativa do jogo e logo deu trabalho ao goleiro Fábio, que completou 600 jogos de Brasileirão na carreira. Igor Paixão, aos sete minutos, recebeu cruzamento e chutou colocado. O goleiro tricolor espalmou. O Fluminense testou Muralha do outro. Após roubada de bola, Yago Felipe arriscou de fora da área, para defesa do rival.

O Fluminense, então, abriu o placar, aos 18 minutos. Ganso chutou de fora da área e viu Muralha falhar e aceitar: 1 a 0. O meia foi protagonista do primeiro tempo. Ele se estranhou com Henrique em lance do Coritiba. Depois, partiu na direção de Henrique e deu um tranco nas costas dele, com a bola longe. O árbitro Raphael Claus, de São Paulo, puniu com cartão amarelo.

Em vantagem, o Flu ficou confortável em campo e castigou o Coritiba novamente. Em contra-ataque, Luiz Henrique cruzou e Ganso surgiu como centroavante para ampliar, aos 35 minutos. O Coxa assustou com Andrey. Ele ficou com rebote e chutou para fora. Nos acréscimos, Andrey cobrou falta, a bola desviou na barreira e quase enganou Fábio, saiu à esquerda.

Segundo tempo
No começo do segundo tempo, após cobrança de escanteio, André acertou o rosto de Léo Gamalho, que entrou no intervalo. O VAR, comandado por Wagner Reway (PB), recomendou revisão. Claus marcou o pênalti. André, que acabara de levar amarelo, recebeu outro e foi expulso. Léo Gamalho deslocou Fábio e diminuiu, aos sete minutos, para 2 a 1.

Marcão, que havia colocado Calegari no lugar de Samuel Xavier no intervalo, tirou Cano e pôs David Duarte. O Fluminense se encolheu ainda mais e levou o empate. Aos 15 minutos, Andrey pegou o rebote, dentro da área, e chutou no canto: 2 a 2.

O técnico tricolor fez mais duas mudanças. Ele colocou Willian Bigode e Caio Paulista. Saíram Ganso e Caio Paulista. Willian Farias quase virou o jogo. A finalização de fora da área saiu à direita.

O Fluminense teve chance de voltar à frente, mas Caio Paulista dominou mal e deixou a bola escapar, após cruzamento de Marlon. O Coritiba não conseguiu manter o mesmo ritmo em campo, mas a pressão no fim deu certo. Fábio, aos 49 salvou o Flu, mas nada pôde fazer na sequência. Léo Gamalho completou cruzamento e fez 3 a 2.

CORITIBA 3 x 2 FLUMINENSE

Coritiba
Alex Muralha; Matheus Alexandre, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro (Egídio); Andrey (Adrián Martínez), Willian Farias e Régis (Robinho); Igor Paixão, Alef Manga (Fabrício Daniel) e Clayton (Léo Gamalho)
Técnico: Gustavo Morínigo

Fluminense
Fábio; Samuel Xavier (Calegari), Nino, Luccas Claro e Marlon; André, Nonato (Martinelli), Yago Felipe e Ganso (Willian Bigode); Luiz Henrique (Caio Paulista) e Cano (David Duarte)
Técnico: Marcão

Gols: Léo Gamalho, aos 7' e aos 49' do 2ºT, e Andrey, aos 15' do 2ºT (Coritiba); Ganso, aos 18' e aos 35' do 1ºT (Fluminense)
Cartões amarelos: Ganso e David Duarte (Fluminense)
Cartão vermelho: André (Fluminense)

Público: 24.622
Renda: R$ 424.805,00

Local: Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data: 01/05/2022, domingo
Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP-Fifa)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP-Fifa) e Neuza Ines Back (SP-Fifa)
VAR: Wagner Reway (PB)

Compartilhe