UAI

2

Quem briga pelo quê? Confira um resumo da Série B do Brasileiro de 2022

Grêmio, Cruzeiro e Vasco são apontados como favoritos ao título da Segunda Divisão e, consequentemente, ao acesso para a Série A do Brasileiro

08/04/2022 09:45 / atualizado em 08/04/2022 09:59
compartilhe
A taça da Série B do Campeonato Brasileiro
foto: Amanda Paiva/CBF

A taça da Série B do Campeonato Brasileiro

A Série B do Campeonato Brasileiro retorna ao calendário dos clubes brasileiros nesta sexta-feira (8). Começa-se a especular as disputas que devem ocorrer ao longo da competição. Confira uma análise dos times que devem brigar pelo título, contra o rebaixamento, e quem pode surpreender neste ano.

Favoritismo ao título


Rebaixado da Primeira Divisão em 2021, o Grêmio desponta como o principal favorito à taça. O Cruzeiro, agora de Ronaldo, promete rivalizar com o Tricolor Gaúcho. Além deles, o Vasco, que decepcionou na temporada passada ao não conquistar o acesso, deve brigar por fora.

Disputa pelo acesso


Assim como o Grêmio, as outras três equipes que caíram ano passado também devem brigar para subir. A Chapecoense busca se redimir do péssimo Brasileirão passado, enquanto o Sport chega com moral, devido ao vice da Copa do Nordeste. Já o Bahia não conseguiu avançar ao mata-mata da ‘Lampions League’, mas, ainda assim, deve brigar pelo acesso à Série A.

CSA e Guarani também prometem dar trabalho em 2022. Na última edição do torneio, o time alagoano e o Bugre ficaram com a quinta e a sexta colocação, respectivamente.

Podem surpreender


Apesar de não estarem nos holofotes, há equipes que podem surpreender na Segundona. O CRB, que ficou a três pontos de subir para a Série A em 2021, é um deles. Já o Ituano, campeão da Terceira Divisão, fez uma boa campanha no Paulistão, além de ter conquistado o troféu do Interior. Por fim, o Brusque chega embalado pelo título do Campeonato Catarinense.


Luta contra o Z4


A luta contra a degola também deve reservar boas emoções. Novorizontino e Ponte Preta, ambos rebaixados no Campeonato Paulista, precisam melhorar para evitar a queda.

Outro que corre perigo é o Londrina, que ficou em 16º lugar na última Série B. Criciúma e Tombense, que vieram da Série C, também devem brigar contra a degola.

Incógnitas


Times que ficaram no meio da tabela da Segunda Divisão em 2021 esperam melhorar de desempenho. O Náutico, que teve um grande início de campeonato, perdeu o ritmo e terminou em oitavo lugar. O Vila Nova também esboçou brigar pelo acesso, mas ficou em nono.

Já o Operário fez uma campanha discreta e teve que se contentar com a 12ª posição. O mesmo ocorreu com o Sampaio Corrêa, 15º colocado no último ano.
Compartilhe