UAI

2

Com gol anulado e pênalti perdido, Juventude empata com Goiás no Brasileiro

Ricardo Bueno chutou penalidade para fora; Ju segue na vice-lanterna do Brasileirão, enquanto o Goiás é o 13° colocado

17/07/2022 13:23
compartilhe
Juventude desperdiçou boa chance de voltar a vencer no Brasileiro
foto: Fernando Alves/ECJuventude

Juventude desperdiçou boa chance de voltar a vencer no Brasileiro


O Juventude enfrentou o Goiás neste domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, e perdeu a chance de sair com a vitória dentro de casa. Com pênalti perdido por Ricardo Bueno, o placar terminou zerado.

É a 11ª partida que o time da Serra Gaúcha não sabe o que é vencer, uma sequência de sete derrotas e quatro empates. Com o resultado, o time segue na degola, na 19ª colocação, com 13 pontos.

O Goiás, por sua vez, é o 13º colocado, com 21 somados. A equipe perdeu a chance de colar no G-8.

Na próxima rodada, o Juventude encara o Flamengo, na quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Mané Garrincha. No mesmo dia, o Goiás recebe o Fluminense às 19 horas.

Primeiro tempo


Os primeiros 45 minutos foram de superioridade goiana. O Juventude teve muitos erros na saída de bola e dava espaços para que o adversário escapasse e criasse chances perigosas.

O primeiro susto veio bem no início, aos cinco minutos, quando Vinicius cruzou na área e Reynaldo desviou de cabeça à esquerda do goleiro. Depois, Dadá Belmonte quase anotou um golaço. O meia-atacante fez jogada individual, driblou os marcadores e chutou mirando o ângulo.

A única chance do Juventude foi justamente em um erro do Goiás. Dadá e Paulo Henrique se atrapalharam, e Rodrigo Soares aproveitou para cruzar na área. Edinho chutou e, na sobra, Moraes não conseguiu uma finalização certeira.

Segundo tempo


O cenário mudou e o Juventude voltou melhor na segunda etapa. Após Rodrigo Soares levantar da direita, Ricardo Bueno bateu de primeira e a bola passou raspando o travessão de Tadeu.

Até que o time da Serra Gaúcha achou um pênalti. Pitta desviou de cabeça e o zagueiro tirou com o braço. Porém, o placar continuou zerado. Ricardo Bueno deslocou o goleiro e bateu na esquerda, mas para fora.

Aos 22 minutos, um gol do Juventude foi anulado. Thalisson Kelven empurrou para o fundo das redes, mas antes de entrar a bola bateu no braço do jogador e o VAR invalidou o lance.

Com pressão a todo instante, a equipe de Umberto Louzer novamente quase mexeu no marcador ao balançar a trave de Tadeu, mas não conseguiu encerrar sua sequência negativa na temporada.

JUVENTUDE 0 X 0 GOIÁS


Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 17 de julho de 2022, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)
Cartões amarelos: Diego, Caio Vinicius e Maguinho (Goiás); Paulo Henrique e Vitor Gabriel (Juventude)

JUVENTUDE

César; Rodrigo Soares, Thalisson, Forster e Moraes; Jean Irmer (Elton), Jádson (Bruninho) e Paulo Henrique; Edinho (Óscar Ruíz), Marlon e Ricardo Bueno (Vitor Gabriel)
Técnico: Umberto Louzer

GOIÁS

Tadeu; Yan, Reynaldo e Caetano; Maguinho, Caio (Auremir), Matheus Sales (Luan Dias), Dadá Belmonte (Hugo) e Diego; Vinicius e Pedro Raul (Nicolas)
Técnico: Jair Ventura

Compartilhe