UAI

2

Ex-Cruzeiro e Atlético, Luxemburgo é removido de disputa ao Senado

Luxa tentaria o cargo de senador pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), mas teve sua candidatura trocada de última hora e ficou revoltado com a decisão

05/08/2022 17:58
compartilhe
Removido da candidatura pelo PSB, Vanderlei Luxemburgo ficou inconformado com a decisão do partido
foto: JUAN MABROMATA / AFP

Removido da candidatura pelo PSB, Vanderlei Luxemburgo ficou inconformado com a decisão do partido


Ex-treinador de Cruzeiro e Atlético, Vanderlei Luxemburgo foi removido da disputa ao Senado no Tocantins. O diretório estadual de seu partido, PSB, optou por trocar sua candidatura pela de Carlos Amastha, ex-prefeito de Palmas.

Inconformado com a escolha de Amastha, que é um desafeto pessoal do técnico, Luxemburgo contestou o resultado da votação vencida pelo rival nesta sexta-feira (5/8).

Durante a assembleia, houve um bate-boca entre as partes e acusações de trairagem por parte de Luxa. 
 
Foi a coisa mais feia que já vi: ditatorial, truculenta, violenta e irresponsável. O Adir [Gentil] abriu a votação e já aclamou a vitória de Amastha, sem sequer contar os votos presenciais e virtuais”, disse Vanderlei ao site Coluna do CT. 
 
Luxemburgo afirma que já contatou seus advogados e que vai entrar na Justiça para pedir a suspensão da convenção.

“A forma truculenta e constrangedora como foi feita mancha a imagem do partido nacionalmente”, criticou o treinador. 

Compartilhe