UAI


Goiás derrota o CSA em casa e se mantém na zona de acesso da Série B

Esmeraldino mostra força como mandante e é o terceiro colocado

16/10/2021 00:14
compartilhe
Goiás faz o dever de casa com competência e permanece no grupo dos quatro melhores
foto: Divulgação/Goiás

Goiás faz o dever de casa com competência e permanece no grupo dos quatro melhores


Com quatro derrotas nos últimos cinco jogos, o Goiás melhorou esse retrospecto na noite desta sexta-feira, quando venceu o CSA por 3 a 1. A partida foi disputada no Estádio da Serrinha, em Goiânia e válida pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com gols de Luan Dias, David Duarte e Hugo, o time goiano mantém o sonho do acesso à elite e continua no G-4 - agora é o terceiro colocado, com 51 pontos. Dellatorre diminuiu para o CSA.

O time alagoano, que nas últimas seis rodadas tinha vencido cinco jogos e empatado uma, volta a perder na competição. Com 45 pontos, está na sétima posição, cinco distantes do G-4.

Na próxima rodada, o Goiás entra em campo na terça-feira diante do Londrina, às 19h, no Estádio do Café, em Londrina. O CSA joga somente no sábado (23), em casa, com o Operário, às 19h.

O JOGO


O Goiás armou a blitz para cima do CSA desde o começo e conseguiu abrir o marcador logo aos seis minutos. Alef Manga fez boa jogada pela esquerda e passou para Luan Dias, que dominou e bateu na saída de Lucas Frigeri. Com o placar adverso, o CSA se lançou ao ataque e, tocando bem a bola, quase empatou aos 12 minutos, quando Iury Castilho, de voleio, exigiu boa defesa de Tadeu.

A partida caiu de ritmo após os 15 minutos e ficou amarrada. O Goiás deixou de marcar em cima o CSA, enquanto o adversário diminuiu a intensidade na busca pelo empate e muito lento em campo, pouco assustando o gol de Tadeu.

No final do primeiro tempo, o Goiás acordou e aos 44 minutos, quase fez com Alef Manga, mas o atacante mandou por cima. Mesmo não fazendo um grande primeiro tempo, o time goiano chegou ao segundo gol antes do intervalo. Aos 46, o zagueiro David Duarte aproveitou escanteio da esquerda para cabecear para o gol.

O Goiás, que já tinha chegado com Alef Manga aos seis, resolveu o jogo aos 11 minutos, quando Élvis lançou de três dedos para o lateral Hugo bater de primeira de dentro da área para fazer o terceiro do time goiano.

O time goiano seguia melhor, enquanto o CSA, desorganizado e muito lento, não conseguia agredir e chegar ao gol de Tadeu. Mesmo assim, o time alagoano diminuiu o placar aos 27 minutos. Renato Cajá arriscou de fora da área, a bola desviou em Reynaldo e sobrou para Dellatorre marcar o primeiro do CSA e seu sexto na Série B. No final, o time alagoano tentou chegar ao ataque, mas criou pouco e não conseguiu empatar a partida.

GOIÁS 3 x 1 CSA


GOIÁS
Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Hugo (Artur); Diego, Fellipe Bastos (Caio Vinícius) e Élvis (Iago Mendonça); Luan Dias (Dadá Belmonte), Alef Manga e Nicolas (Wellinton)
Técnico: Marcelo Cabo

CSA
Lucas Frigeri; Cristovam, Matheus Felipe, Fabrício e Ernandes (Éverton Silva); Geovane, Yuri (Clayton), Didira (Renato Cajá) e Gabriel (Giva Santos); Iury Castilho (Marco Túlio) e Dellatorre
Técnico: Mozart

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)
Data: sexta-feira, 16 de outubro
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
GOLS: Luan Dias, aos 6, e David Duarte, aos 46min do 1ºT; Hugo, aos 11, e Dellatorre, aos 27min do 2ºT
Cartões amarelos: Wellinton, Apodi, Caio Vinícius e Fellipe Bastos (Goiás) e Mozart(CSA)

Compartilhe