UAI

2

Sem América e Cruzeiro, Atlético deve ser o único clube mineiro no FIFA 22

Expectativa era pela presença do América no game da EA Sports

09/09/2021 15:03
compartilhe
Atlético também foi o único clube mineiro no FIFA 21
foto: Reprodução/FIFA 21

Atlético também foi o único clube mineiro no FIFA 21

Franquia de games de futebol mais vendida do mundo, o FIFA contará com algumas equipes brasileiras na sua próxima edição - FIFA 22. Desses clubes, segundo apurou o Superesportes, a tendência é que somente um seja de Minas Gerais.

Mesmo sem confirmar à reportagem presença no game, o Atlético deve figurar licenciado no FIFA - com escudo e uniformes autênticos. Além de uma possível tradicional presença na Liga do Brasil - nome genérico dado à Série A do Campeonato Brasileiro -, o Galo estará entre os clubes da Copa Libertadores.

A competição tem o time alvinegro como um dos participantes da edição deste ano. A Libertadores consta na franquia desde o FIFA 20, assim como a Copa Sul-Americana. As equipes que disputam esses torneios figuram no jogo de forma licenciada, por meio de uma autorização via Conmebol - entidade que organiza as duas competições.

O Atlético é parceiro da Konami, produtora do eFootball - antigo Pro Evolution Soccer, franquia concorrente do FIFA -, e por isso não detalha a relação com a EA Sports. Com a autorização via Conmebol, contudo, não se faz necessária a posição do clube quanto à presença no game. Esta seria a sétima aparição seguida do Galo na franquia de games da empresa canadense.

Por disputar o Brasileirão de 2021 após o acesso à elite nacional ao fim da temporada passada, a expectativa era de que o América figurasse no FIFA 22. Ao Superesportes, contudo, o clube informou que não chegou a um acordo para disponibilizar de forma licenciada o clube no game - com nome, escudo e uniformes autênticos. Ainda não se sabe se o Coelho estará completamente genérico no jogo.

Cruzeiro


Assim como no FIFA 21, o Cruzeiro deve ficar de fora do FIFA 22. O principal motivo é a ausência da equipe na Série A de 2021, assim como na edição anterior - após o rebaixamento para a Segunda Divisão ao fim do Brasileirão de 2019.

No FIFA 21, o Cruzeiro chegou perto de aparecer no jogo, mas não pelo mérito esportivo. A EA Sports abriu uma enquete popular para acrescentar times de e-sports. O Cruzeiro foi um deles e poderia ter emblema e uniforme inseridos no Ultimate Team, um dos modos de jogo do FIFA. Contudo, o ASMR, da Arábia Saudita, venceu a votação e foi inserido no game.

Uma alternativa com certo mérito esportivo seria acrescentar o Cruzeiro na seção "Resto do Mundo", onde equipes que não têm a liga doméstica no game - como CSKA Moscou-RUS, Olympiacos-GRE, Shakhtar Donetsk-UCR e Kaizer Chiefs-AFS - são direcionadas. Em 2013, por exemplo, ano de lançamento do FIFA 14, o Palmeiras estava na Série B do Campeonato Brasileiro, mas conseguiu estar no game via Resto do Mundo.

Assim como o Atlético, o Cruzeiro é parceiro da Konami, mas também sem contrato de exclusividade. Esse é o caso de clubes como Corinthians, Flamengo e São Paulo.

"Brasileirão" no FIFA


Ainda não é certo quais clubes brasileiros estarão de forma autêntica no FIFA 22. No FIFA 21, 14 clubes (somente um deles genérico - denominado Oceânico FC - e sem representação direta com alguma equipe da vida real) estavam no game via Liga do Brasil, em referência ao Brasileirão de 2020.

Dos seis clubes da Série A de 2020 que não estavam na Liga do Brasil, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vasco da Gama - parceiros da Konami, produtora da franquia PES (agora chamado eFootball) - foram inseridos "à força" no game por conta de um acordo com a Conmebol.

Dos dois times que "sobraram" em relação ao Brasileirão de 2020, Corinthians e Red Bull Bragantino não constavam no FIFA 21. Contudo, eles se classificaram para a Copa Sul-Americana de 2021, o que os colocou no game também de forma forçada após atualização em maio de 2021 por questão comercial da Conmebol.

FIFA 22


O lançamento do FIFA 22 acontecerá em 1º de outubro deste ano. O game estará disponível para PlayStation 5 (a partir de R$ 338,90) e 4 (R$ 298,90), Xbox Series (R$ 339,00) e One (R$ 299,00) e PC (R$ 249,00).

A expectativa é de que a lista completa de ligas, clubes e estádios, com detalhes do licenciamento, ainda este mês, antes do jogo chegar às lojas físicas e virtuais. Os jogadores dos clubes brasileiros devem ser, novamente, genéricos, por conta de problemas judiciais envolvendo o uso da imagem dos atletas.

Compartilhe