UAI

2

Calderano é campeão do WTT de Doha, sua maior conquista no tênis de mesa

Brasileiro superou o esloveno Darko Jorgic, por 4 a 2 (11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9)

25/09/2021 14:49
compartilhe
 Hugo Calderano com o troféu em mãos
foto: Reprodução

Hugo Calderano com o troféu em mãos

Seis anos após ser indicado para revelação do ano no tênis de mesa, Hugo Calderano conquistou seu maior título da carreira, mostrando que se mantém entre os melhores e em evolução. Bicampeão pan-americano e oitavo do ranking mundial, ele superou o esloveno Darko Jorgic, por 4 a 2 (11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9) na Lusail Sports Arena, em Doha, no Catar, neste sábado, para ganhar o título do WTT Star Contender. Foi a primeira grande competição após os Jogos Olímpicos de Tóquio e sua maior conquista.

O brasileiro fez campanha impecável em Doha, onde já havia ficado em segundo em uma competição Platinum, há três anos. Desta vez, o mesatenista carioca de 25 anos foi soberano para garantir o título e apagar a imagem de sempre cair na hora das decisões.

Segundo cabeça de chave no Catar, atrás apenas do alemão Dimitrij Ovtchsrov, o brasileiro fez campanha perfeita na primeira etapa do Mundial de Tênis de Mesa. Foram cinco vitórias contundentes. O título veio com sentimento de vingança após ser eliminado nas quartas de final pelo eslovaco, também em Doha, em março.

"Posso dizer que estou muito feliz de ver que o trabalho do Hugo foi recompensado. Ele jogou muito bem, com uma intensidade muito alta. Isso é uma grande satisfação", festejou o técnico Jean-René Mounié, logo após a conquista.

Foi o segundo jogo de Calderano no dia. Pela manhã, o atleta não teve trabalho para derrubar o inglês Liam Pitchford, 15° do mundo, pelas semifinais. O brasileiro fez 4 a 1, parciais de 11/2, 11/8, 8/11, 11/5 e 11/9.

Nos outros três jogos em Doha, passou pelo francês Simon Gazy (19º do mundo), com 8/11, 11/4, 11/3 e 12/10, pelo sul-coreano Jonghoon Lim (75º), com 10/12, 12/10, 11/9 e 11/8, e pelo paraguaio Marcelo Aguirre (65º), fazendo 11/6, 11/6 e 11/7.

Compartilhe