UAI


Brasil sofre, vence o Marrocos e avança à semifinal do Mundial de Futsal

Seleção fez 1 a 0, na Avia Solutions Group Arena, para garantir a classificação entre os quatro melhores

26/09/2021 12:06 / atualizado em 26/09/2021 17:23
compartilhe
Jogadores vibram com o gol brasileiro na sofrida vitória diante do Marrocos
foto: Alex Caparros/FIFA

Jogadores vibram com o gol brasileiro na sofrida vitória diante do Marrocos

Pentacampeã, a seleção brasileira passou enorme sufoco para avançar às semifinais do Mundial de Futsal, em Vilnius, na Lituânia. Com excelentes defesas do goleiro Guitta e gol solitário de Rodrigo, fez 1 a 0 no Marrocos, na Avia Solutions Group Arena, para garantir a classificação entre os quatro melhores.

A disputa pela vaga na decisão será contra a Argentina, que eliminou a Rússia nos pênaltis, por 5 a 4, depois de empate por 1 a 1 no tempo normal. O duuelo semifinal será na próxima na quarta-feira.

O gol da vitória brasileira surgiu aos 11 minutos do primeiro tempo, numa cobrança de falta de Rodrigo. Com ousadia e coragem, o Marrocos vendeu muito caro a derrota aos favoritos. Já no primeiro tempo surpreendeu com o goleiro linha e por muito pouco não empatou.

A volta à segunda etapa era sob promessa de pressão para a busca do segundo gol e de um alívio. Mas a pontaria brasileira não estava calibrada e o máximo que o time conseguiu foi carimbar a trave. O goleiro marroquino também fez boas defesas e a indefinição se arrastou até o último lance.

O técnico Marquinhos Xavier passou os últimos minutos do jogo em pé. Depois de ver seu time não conseguir ampliar o placar após ter algumas boas chances, os segundos finais foram tensos com o Marrocos novamente pressionando com o goleiro linha.

Pito teve a chance de definir em uma roubada de bola, mas bateu e viu o rival desviar para escanteio. O chute errado para fora do marroquino, restando dois segundos, garantiu a comemoração verde e amarela. Os jogadores fizeram festa gigante após superar a enorme batalha. Abraçados, foram para a galera agradecer o apoio. Do outro lado, reconhecimento ao excelente trabalho marroquino.
Compartilhe