UAI

2

Rio Pro terá quatro surfistas brasileiros nas semifinais em Saquarema

Representantes do Brasil dominam a disputa na Praia de Itaúna, com semifinais 100% verde-amarelas: Ítalo x Pupo, Filipe Toledo x Yago Dora

27/06/2022 23:57
compartilhe
Ítalo Ferreira volta à areia após confirmar vaga nas semifinais do Rio Pro
foto: WSL/Reprodução

Ítalo Ferreira volta à areia após confirmar vaga nas semifinais do Rio Pro


O Rio Pro em Saquarema, realizado nesta segunda-feira, escreveu dois feitos inéditos na World Surf League (WSL) Championship Tour - obteve seis brasileiros entre os oito classificados para as quartas de final e formou duas semifinais 100% verde-amarelas na Praia de Itaúna.

A primeira disputa pela vaga na grande final será entre Ítalo Ferreira e Samuel Pupo. Pela outra semifinal, Filipe Toledo já garantido no WSL Finals, enfrenta Yago Dora. A primeira chamada para as semifinais masculinas e femininas foi marcada para às 7h15 (de Brasília) da terça-feira.

A primeira vaga no grupo dos top-5 do ranking, que vai disputar o título mundial da temporada no WSL Finals em setembro, em Trestles, na Califórnia, foi confirmada para Filipe Toledo, quando Yago Dora despachou o australiano Ethan Ewing. A vitória do Yago também garantiu um feito histórico no Circuito Mundial - pela primeira vez, seis brasileiros se classificarem para as quartas de final em uma mesma etapa do WSL Championship Tour.

As duas primeiras baterias ficaram 100% verde-amarelas. A primeira foi entre Mateus Herdy que barrou o vice-líder do ranking, Jack Robinson, e Samuel Pupo, que fez um novo recorde de 17,00 pontos. Samuel também surfou as melhores ondas contra Mateus Herdy e ganhou a primeira vaga nas semifinais por 12,80 a 8,83 pontos.

A expectativa ficou para ver se aconteceria uma semifinal dos irmãos Pupo, porque Miguel também dominou o confronto com o norte-americano Nat Young. Antes, Ítalo Ferreira venceu a outra bateria brasileira das oitavas de final com Michael Rodrigues. O campeão olímpico e Miguel fizeram um grande duelo. Miguel Pupo liderou quase toda a bateria, porém, Ítalo conseguiu as viradas nos minutos finais.

Também nas semfinais, Filipe Toledo se garantiu no WSL Finals, em Trestles
foto: WSL/Reprodução

Também nas semfinais, Filipe Toledo se garantiu no WSL Finals, em Trestles



Mais vitórias brasileiras 


As outras baterias das quartas de final foram dois confrontos diretos entre Brasil e Austrália. Entretanto, os brasileiros não deram qualquer chance para os australianos e ganharam por 2 x 0. Filipe Toledo mostrou toda a potência do seu backside, variando batidas e rasgadas. Ele recebeu nota 8,60 na sua melhor onda, vencendo fácil por 15,10 a 8,94 pontos do australiano Connor O´Leary.

Na última bateria do dia, Yago Dora deu mais um show para a torcida. Ele tinha derrotado o número 5 do ranking, Ethan Ewing, por uma pequena diferença de 14,10 a 14,00 pontos. Contra Callum Robson, Yago colecionou notas 7, de novo, com seu ataque de frontside nas esquerdas de Itaúna, garantindo a última vaga nas semifinais por uma larga vantagem de 14,17 a 7,00 pontos.



Compartilhe