Seleção

COPA DO NORDESTE

Diretor da Liga diz que Copa do NE irá para primeira capital que liberar volta do futebol

Segundo Alexi Portela, primeira cidade que autorizar realização de jogos oficiais será indicada à CBF para ser a sede das partidas finais do Nordestão

postado em 01/07/2020 21:01

(Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
Há pouco menos de duas semanas, a CBF acatou o pedido dos clubes e oficializou a realização dos jogos restantes da Copa do Nordeste em sede única. Desde então, pouca coisa avançou para o retorno da competição, sem a definição do local a ser escolhido. Por outro lado, a entidade nacional projetou a volta do Campeonato Brasileiro para os dias 8 e 9 de agosto. Com isso, indiretamente, se iniciou uma corrida para tentar concluir o Regional.

Em entrevista ao Diario de Pernambuco, o diretor da Liga do Nordeste, Alexi Portela, foi direto ao ponto. Questionado sobre o processo da escolha da sede, o dirigente revelou que a primeira capital a liberar o retorno dos jogos de futebol será a indicada para receber as partidas restantes do Nordestão. Restam ainda a conclusão da primeira fase (oito jogos), além das quartas de final e semifinais (disputadas em jogos únicos) e a decisão (em dois confrontos).

“Estamos conversando com todas as cidades e quem liberar primeiro vai levar”, destacou Portela. “Essa cidade sai na frente porque vamos passar o nome para a CBF e ai caberá a CBF aprovar ou não”, completou o dirigente.

Nesta quarta-feira, o prefeito de Salvador ACM Neto confirmou as tratativas com os dirigentes da Liga para tentar receber os jogos finais da Copa do Nordeste. Atualmente, a Arena Fonte Nova, principal praça esportiva da Bahia, abriga um hospital de campanha para pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Porém, segundo Portela, há conversas também com outras cidades. Inicialmente Recife foi apontada como favorita pela localização central na região e por contar com quatro estádios disponíveis (Arruda, Ilha do Retiro, Aflitos e Arena de Pernambuco), além de quatro centros de treinamentos (Sport, Náutico, Santa Cruz e Retrô). 


“Estamos conversando com todas as cidades já há muito tempo e sondando para ver. Todo mundo quer saber quando é que volta, não só a Copa do Nordeste, como todos os estaduais”, afirmou Portela, que não se disse decepcionado com a decisão do Governo de Pernambuco de não autorizar o retorno dos jogos de futebol, no momento. 

“Não podemos ficar decepcionados porque não estamos do outro lado. Temos que entender a situação de cada governante e como está cada estado. Não podemos criticar ninguém nesse momento em que o País vive. Mas a cidade que liberar primeiro larga como favorita, sem dúvida”, reforçou Portela, preocupado também com o aperto no calendário para a conclusão do Nordestão.

“Temos um prazo, já que em agosto começa o Campeonato Brasileiro. A CBF não fez nenhum tipo de cobrança, mas ela já disse que em agosto começa o Brasileiro. Isso quer dizer que se não conseguirmos concluir as competições antes disso fica difícil terminar. Não só a Copa do Nordeste, mas como os estaduais. O paredão está aí”, concluiu Portela.