Seleção

FUTEBOL FEMININO

Brasileiro feminino tem reinício marcado pela CBF; estadual deve começar em setembro

Ainda sem fechar sua primeira rodada, competição nacional se estenderá até dia 31 de janeiro do próximo ano

postado em 21/07/2020 10:46 / atualizado em 21/07/2020 11:56

(Foto: Divulgação)
Depois de ter sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus, o Campeonato Brasileiro Feminino A2 será retomado no dia 18 de outubro, e se estenderá até janeiro do próximo ano, de acordo com a Confederação Brasileira de Futebol. Para dar segmento à competição, a primeira rodada ainda será concluída. E representando o estado pernambucano, estão os times do Náutico e Sport.

 

Quando foi suspensa, a competição ainda estava cumprindo sua primeira rodada. Na tabela, o Sport ocupa o quarto lugar, sem somar pontos. Abaixo dele, em quinto, está o Náutico. A primeira, e também última vez, que entraram em campo pela competição nacional foi no dia 15 de março. E apesar de ter jogado em casa, as equipes pernambucanas saíram derrotadas. O Leão, por 3 a 2 para o Cruzeiro. O Timbu, por 3 a 1 para o Auto Esporte.

 

Já sobre o Campeonato Pernambucano, que nem sequer foi iniciado, a expectativa da Federação Pernambucana de Futebol é que isso aconteça no mês de setembro.

 

Pontuando que a paralisação não atrapalhou tanto o planejamento para a competição, a treinadora da equipe do Sport, Keila Felício, revelou que o principal objetivo é ocupar a elite no Brasileiro do próximo ano. Além disso, ela reforçou que todo o grupo é “caseiro”, composto por jogadoras locais. “Nossos planos foram pausados, mas não atrapalhados. Ao retornar a competição nacional o nosso primeiro passo é a classificação, e o segundo é o acesso à Série A1 do Brasileirão 2021. Nosso elenco é totalmente caseiro, todas as atletas da região metropolitana do Recife e região, são 25 no total”, disse Keila.

 

Ainda de acordo com a técnica, a ajuda de R$ 50 mil disponibilizada pela Confederação Brasileira de Futebol ajudou a equilibrar as finanças do clube e possibilitou o pagamento de duas folhas para jogadoras e comissão técnica.

 

Já do lado alvirrubro, o treinador Jeronson França comentou que a paralisação atrapalhou os planos do Timbu. E a tendência agora com o retorno da disputa será poder analisar mais o desempenho das atletas em campo. “A pandemia atrapalhou bastante nosso planejamento, a gente estava em uma crescente, apesar do primeiro jogo da gente ter perdido para o Auto Esporte, a gente viu de fato de forma bem inicial o desenvolvimento do nosso modelo de jogo”, avaliou.

 

Relembre o formato do Campeonato Brasileiro

 

De acordo com o formato da disputa nacional, os 36 times se dividem em seis grupos e disputam em turno único. Avançam os dois primeiros clubes de cada grupo e os quatro melhores terceiros, que passam a disputar jogos de ida e volta.

 

Seis grupos com seis clubes -  turno único

Dois primeiros clubes de cada grupo e os quatro melhores terceiros - ida e volta

 

 

CONFIRA O ELENCO FEMININO DO SPORT

 

Goleiras: Janaína Barros, Raissa, Rebeca;

 

Zagueiras: Tatiane Merelly, Mayara Silva, Lenice, Robéria, Roberta Juliana; 

 

Laterais: Amanda Leite, Yandra Katharynna, Sindatche;

 

Volantes: Amanda Talita, Ially Dayane, Melina Beatriz, Tatiane Silva;

 

Meias: Mayara Brechó, Estherfany Maria, Lindinalva Maria;

 

Atacantes: Camila Santos, Francismara Soares, Fátima Cristina, Laís,  Vanessa, Isis Rossi e Thayslane Gomes

 

 

CONFIRA O ELENCO FEMININO DO NÁUTICO

 

Goleiras: Jéssica Maria, Mayse Emanuelly;

 

Zagueiras: Suzan, Milena, Vivian, Graziely;

 

Laterais: Jéssica da Silva, Allana, Luana, Adrielly;

 

Volantes: Marcela, Renata,  Ingrid, Amanda;

 

Atacantes: Lawana,  Anna Beatriz, Ana Clara, Mikaela, Carla, Evelin e Vanessa